Wenger reclama de postura do quarto árbitro na final da Copa da Liga

De UOL, em São Paulo

De fato, o dia não foi bom para o técnico do Arsenal, Arsène Wenger. Ao conversar com a imprensa logo após a derrota para o Manchester City, neste domingo (25), por 3 a 0, o comandante queixou-se do tratamento do quarto arbitro já no final da partida.

Segundo o treinador, no momento em que ele questionou o assistente do porquê ele não deu mais minutos de acréscimos, ouviu a seguinte resposta: "Por que você quer mais tempo?", contou.

Vale ressaltar que, naquela altura, o City já havia feitos os três gols que habilitaram Pep  Guardiola conquistar o primeiro título no comando da equipe – o espanhol, no entanto, fez questão de reiterar que a conquista pertence ao clube.

Passado a decisão da competição mata-mata, Manchester City e Arsenal voltam a se enfrentar na próxima quinta-feira (1º), no Emirates Stadium, só que agora pelo Campeonato Inglês.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos