Conte defende retranca contra o Manchester City: "tem que usar o cérebro"

Do UOL, em São Paulo

  • Andrew Yates/Reuters

    Conte abraça Guardiola antes do jogo entre Manchester City e Chelsea

    Conte abraça Guardiola antes do jogo entre Manchester City e Chelsea

O técnico do Chelsea, Antonio Conte, defendeu a retranca armada para a partida contra o Manchester City, neste domingo (4), pela 29ª rodada do Campeonato Inglês. O time londrino foi derrotado por 1 a 0. Bernardo Silva marcou o único gol do jogo.

"Eles [os jogadores] seguiram as minhas instruções. Nós nos preparamos para jogar desse modo, para não conceder espaço entre as linhas. Contra o City você tem que usar o cérebro, caso contrário você corre o risco de perder feio, de 3 a 0 ou 4 a 0", disse Conte.

O Chelsea fez muito pouco na partida. No primeiro tempo, por exemplo, não deu um chute a gol. No segundo, deu três, mas nenhum foi em direção à baliza defendida pelo goleiro Ederson, que quase não apareceu no jogo. Conte respondeu aos críticos.

"Neste momento você tem que aceitar as críticas, mas eu não sou estúpido de jogar de forma aberta contra o Manchester City e perder por 3 a 0 ou 4 a 0. Se eu me lembro bem, há poucos dias o Arsenal jogou duas vezes contra eles e vocês [da mídia] criticaram o [Arsene] Wenger porque eles concederam três gols em 20 minutos", disse o técnico.

"Comentaristas precisam usar a cabeça e entender que quando você fala sobre táticas, você tem que ter conhecimento, e não apenas falar de modo estúpido", afirmou.

UOL Cursos Online

Todos os cursos