Gabriel Jesus quebra jejum, City vence e pode ser campeão contra o United

Do UOL, em São Paulo

  • Carl Recine/Reuters

    Gabriel Jesus comemora o segundo gol do Manchester City sobre o Everton

    Gabriel Jesus comemora o segundo gol do Manchester City sobre o Everton

O Manchester City derrotou o Everton neste sábado (31), por 3 a 1, fora de casa, em jogo válido pela 32ª rodada do Campeonato Inglês, e está agora a um passo de conquistar o título da competição. Para se consagrar campeão, basta vencer a próxima partida, que será justamente contra o seu maior rival, o Manchester United, no Etihad Stadium, no sábado (7), às 13h30 (de Brasília).

Com o resultado, o time do técnico Josep Guardiola lidera a competição com 84 pontos, 16 a mais em relação ao segundo colocado, o Manchester United, que mais cedo derrotou o Swansea, por 2 a 0, em Old Trafford. O Everton, por sua vez, é o nono colocado, com 40 pontos conquistados.

Os gols do City (todos no primeiro tempo) foram anotados por Sané, Sterling e Gabriel Jesus, que quebrou um jejum: o brasileiro não balançava as redes em jogos do Campeonato Inglês desde novembro do ano passado. Bolasie descontou para o Everton na segunda etapa.

Carl Recine/Reuters
Jogadores do City comemoram um dos gols contra o Everton

Finalmente, Jesus!

O último gol de Gabriel Jesus pelo Inglês havia sido contra o Leicester, no dia 18 de novembro de 2017. Desde então, ele passou por uma fase ruim, que envolveu uma lesão no ligamento colateral medial do joelho esquerdo. Ficou quase dois meses parado. Desde a partida contra o Leicester, o brasileiro jogou dez jogos pelo Inglês, sempre sem marcar - nesse período anotou, porém, pela Liga dos Campeões e amistoso da seleção brasileira contra a Alemanha. O calvário do atacante no torneio nacional acabou aos 12 minutos do primeiro tempo do duelo deste sábado, de cabeça, após assistência de Kevin De Bruyne.

Carl Recine/Reuters
Gabriel Jesus cabeceia para anotar o segundo gol do City sobre o Everton

Domínio

Mesmo fora de casa, o Manchester City dominou todo o primeiro tempo, quando teve 82% da posse de bola e deu 13 chutes a gol, contra apenas três do Everton. O primeiro gol veio logo aos quatro minutos de jogo com Sané, que aproveitou um cruzamento de David Silva e emendou um voleio para as redes. Mesmo depois do gol de Gabriel Jesus, o City não deixou o ritmo cair e ampliou o placar aos 36 minutos do primeiro tempo, com Sterling. Parecia até que o time de Guardiola jogava no Etihad Stadium.

Rui Vieira/AP
Sané foi um dos destaques do Manchester City na temporada

Rooney sumido e gol de honra

Ídolo do United, Rooney começou a partida como titular, mas apareceu muito pouco nos primeiros 45 minutos e foi substituído na segunda etapa. Quem marcou o gol de honra do Everton, depois do intervalo, foi Bolasie, num chute forte da entrada da área. A bola bateu nas duas traves antes de entrar.

Carl Recine/Reuters
Rooney cumprimenta o técnico Sam Allardyce na saída de campo

Caiu o último dominó

O Everton era, até então, o único time que o Manchester City não havia conseguido derrotar nesta temporada do Campeonato Inglês. No primeiro turno, o jogo, disputado no Etihad Stadium, terminou em empate (1 a 1). Com o triunfo deste sábado, o City se torna o terceiro clube a vencer todos os seus rivais pelo menos uma vez na história da Premier League – os outros dois são o Chelsea (de 2005/06) e o Manchester United (de 2010/11).

Paul Ellis/AFP
Sterling chuta para anotar o terceiro gol do City contra o Everton

Campeão mais cedo?

Se o City derrotar o United no próximo sábado (7), supera a marca do arquirrival de 2000/01, quando o clube, então comandado pelo técnico Sir Alex Ferguson, foi campeão a cinco rodadas do fim. Se vencer o time de José Mourinho, o City vai colocar um ponto final na competição com seis partidas de antecedência.

Recorde

Com o resultado deste sábado, o Manchester City chegou a 13 vitórias fora de casa nesta edição do Inglês e quebrou o recorde do clube que pertencia ao time comandado por Kevin Keegan de 2001/02 e ao de Guardiola  de 2016/17 - ambos conseguiram 12 triunfos longe de casa. A vitória contra o Everton também foi especial para o técnico espanhol, que chegou a 50 triunfos no Campeonato Inglês.

Peter Powell/Reuters
O técnico Pep Guardiola durante jogo entre City e Everton

Melhor em tudo

É possível ver a superioridade do City no Campeonato Inglês tanto em campo como nos números. A equipe azul de Manchester é a que mais venceu (27 triunfos), a que menos empatou (três) e perdeu (uma derrota), a que mais balançou as redes (88), a que menos tomou (21) e, consequentemente, a que tem o melhor saldo (67 contra 40 do Liverpool).

Peter Powell/Reuters
O goleiro Ederson, do City, um "paredão" durante a temporada no City

UOL Cursos Online

Todos os cursos