Liverpool passa sufoco, mas vence com gol de Salah e mantém folga no topo

Do UOL, em São Paulo

  • Reuters/Paul Childs

    Salah marcou o único gol da partida de pênalti e deu a vitória ao Liverpool

    Salah marcou o único gol da partida de pênalti e deu a vitória ao Liverpool

O Liverpool segue embalado na liderança do Campeonato Inglês. O time não teve vida fácil diante do Brighton e passou sufoco nos minutos finais. Mas mais uma vez contou com a habilidade de sua maior estrela Mohamed Salah e venceu por 1 a 0, neste sábado, fora de casa.

Os Reds tiveram dificuldades na partida e por pouco não acumularam o segundo tropeço seguido no Inglês, após a derrota no clássico contra o Manchester City por 2 a 1 que fez a briga pelo título ficar acirrada. Com a vitória, a tranquilidade volta a reinar em Liverpool que chega aos 57 pontos na tabela, 7 a mais que os vice-líderes. O City, no entanto, ainda joga na rodada na próxima segunda-feira contra o Wolverhampton.

Na partida, o Liverpool buscou a vitória e tentou impor seu tradicional estilo de jogo ofensivo. Mas encontrou um adversário muito bem postado e que executou bem a proposta de fazer uma marcação firme e compacta. Os donos da casa concentraram seus esforços na defesa e congestionaram o meio campo central dificultando a vida dos adversários.

Ainda assim, o Liverpool detinha o domínio do jogo ao atingir quase 78% de posse de bola e fazia pressão na saída de jogo. Porém, não conseguia vencer a marcação e entrar na área do Brighton. As estrelas Firmino e Salah pouco fizeram no primeiro tempo.

Uma das chances mais claras ocorreu aos 8 minutos em uma jogada dos Reds pela esquerda. Robertson cruzou, Firmino se esticou todo, mas não conseguiu alcançar a bola. A outra boa chance foi aos 26 minutos. Alexander-Arnold cruzou da direita, Shaqiri se antecipou, desviou de cabeça e ficou perto de marcar. Mas a emoção parou por aí. Os dois times praticamente não criaram e os goleiros tiveram pouco trabalho.

No segundo tempo, o Liverpool mostrou serviço rápido e contou com a habilidade de Salah. O egípcio fez ótima jogada individual na área e foi derrubado por Gross com apenas 3 min de bola rolando. O próprio Salah foi para a cobrança e não desperdiçou com um chute forte à meia altura.

Jogando diante da sua torcida, o time da casa foi obrigado a sair mais para buscar o empate. O Brighton avançou um pouco no campo de jogo, passou a trocar passes do meio para a frente e ficou mais com a bola. E chegou a dar trabalho. Conseguiu dar um sufoco nos minutos finais e por pouco não conseguiu um empate. O Liverpool conseguiu se segurar e administrou o resultado controlando a posse de bola. Conseguiu vencer, mas sem uma grande exibição.
 

UOL Cursos Online

Todos os cursos