UOL Esporte Campeonato Italiano
 
24/04/2010 - 17h39

Em má fase, Milan decepciona outra vez e é derrotado pelo Palermo

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O Milan já chegou a sonhar com o título do Italiano. Mas uma queda de produção nessa reta final de competição praticamente colocou ponto final no desejo do time comandado pelo brasileiro Leonardo. Seis dias após perder para a Sampdoria, voltou a decepcionar e caiu diante do Palermo por 3 a 1, fora de casa.

  • Marcello Paternostro/AFP

    Ao lado do compatriota Dida (e), brasileiro Thiago Silva lamenta na derrota do Milan para o Palermo

  • Alessandro Fucarini/AP

    Hernandez (d) marcou o segundo gol da vitória do Palermo por 3 a 1 sobre o Milan pela 35ª rodada

Matematicamente, o Milan ainda tem chances de conquistar a competição. A três rodadas para o encerramento, possui 64 pontos, nove a menos que a líder Internazionale. Ou seja, precisaria ser “perfeito” e torcer por um “desastre” da rival de Milão. Além disso, tem que descontar uma grande diferença no saldo de gols.

No entanto, essa mínima possibilidade pode chegar ao fim neste domingo. Para isso, basta que Roma (71 pontos) vença a Sampdoria. Para piorar, o Milan vê a aproximação do próprio Palermo, que subiu para 58 pontos e assumiu provisoriamente a quarta posição. Ou seja, entrou para a zona de classificação à Liga dos Campeões.

Pressionado no cargo, o técnico Leonardo tinha inúmeros desfalques para o duelo deste sábado, como Alexandre Pato, Nesta, Bonera, Borriello, Ambrosini e Flamini. No entanto, chegou a declarar que sua seria “muito competitiva”. Não foi o que se viu no primeiro tempo. Os visitantes entraram apáticos em campo. E o Palermo não perdoou. Logo aos 9min, Bovo, sozinho, tocou para o fundo das redes.

Para piorar, a defesa do Milan voltou a falhar, aos 18min, com Oddo, que saiu jogando errado. Hernandez aproveitou e ampliou. Depois disso, o Palermo recuou um pouco e deu espaços para o Milan, que levou pouco perigo. Num dos raros momentos, aos 30min, Pirlo assustou o goleiro Sirigu. E foi só na etapa inicial. O brasileiro Ronaldinho, por exemplo, foi facilmente anulado.

Mas o Milan voltou diferente, adiantou sua marcação e passou a pressionar. Aos 9min, Seedorf recebeu passe preciso de Ronaldinho e diminuiu o marcador. O Milan continuou insistindo, mas não criava boas oportunidades. Já o Palermo era eficiente. Aos 23min, Miccoli tocou no ângulo esquerdo de Dida. Um golaço. 3 a 1.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host