Gabigol joga pouco, e Inter de Milão perde para embalada Roma

Do UOL, em São Paulo

A Roma segue embalada no Campeonato Italiano, mesmo após enfrentar um grande desafio neste domingo: o adversário era a Inter de Milão, fora de casa, mas o time de Luciano Spalleti venceu por 3 a 1, com dois golaços de Nainggolan. O brasileiro Gabigol entrou no jogo aos 30min do 2º tempo, mas participou pouco da partida.

Essa foi a oitava vitória da Roma nos últimos nove jogos na Série A. O time está com 59 pontos, na vice-liderança do Campeonato Italiano, sete atrás da líder Juventus. Já a Inter está em sexta, com 48 pontos, fora da zona de classificação para competições europeias.

Por estar em casa, a Inter de Milão tentou começar o jogo fazendo pressão. Mas foi a Roma que fez um gol cedo, graças ao talento de Nainggolan. Depois disso, a Inter passou a errar demais, tomou sustos e só melhorou no final do 1º tempo, quando Brozovic quase empatou o jogo.

Candreva e Perisic, da Inter, continuaram a perder chances de gol no começo do 2º tempo. E o castigo aconteceu aos 10min, quando Nainggolan fez outro golaço com chute de fora da área.

Então a Roma resolveu recuar e deu espaço para Inter de Milão reagir. O técnico Stefano Pioli fez alterações ofensivas, inclusive colocando Gabigol em campo. Aos 30min, Icardi fez gol após assistência de Perisic. Porém, o juiz marcou pênalti para Roma aos 38min do 2º tempo. Perotti cobrou com categoria e definiu o placar final.

Gabigol e outros brasileiros

AP Photo/Luca Bruno

Uma semana depois de fazer seu primeiro gol pelo Campeonato Italiano, o atacante brasileiro começou o jogo no banco de reservas. Ele entrou aos 30min do 2º tempo e passou desapercebido.

Outros brasileiros estiveram em campo pela Roma: Bruno Peres e Juan Jesus tiveram atuações seguras e ajudaram a segurar o ímpeto da Inter.

Os golaços de Nainggolan

Luca Bruno/AP

Aos 11min do 1º tempo, Nainggolan aplicou um corte seco na ponta esquerda, se aproximou da área e acertou um belo chute cruzado de direita, mandando a bola direto no ângulo.

Aos 10min do 2º tempo, ele ganhou uma disputa no campo de defesa, arrancou até o ataque e acertou uma "bomba" de fora da área.

Reclamações contra arbitragem

Primeiro os jogadores da Inter alegaram que, no começo da jogada do segundo gol da Roma, Nainggolan fez falta em Gagliardini. Aos 25min, eles também pediram um pênalti de Strootman em Gagliardini. Para completar as polêmicas ainda houve o pênalti de Medel em Dzeko, que foi questionável.

Recuo antidesportivo

Aconteceu um lance curioso aos 5min de jogo: Perisic tinha a bola dominada na área e quis recuar para o goleiro Handanovic. Mas resolveu fazer uma embaixadinha para levantar a bola e assim tocar de cabeça, para que o arqueiro pudesse pegar a bola com a mão. O juiz entendeu que foi uma atitude antidesportiva e marcou falta a favor da Roma, dentro da área. O lance não resultou em nada, pois a defesa conseguiu afastar o cruzamento.

INTER DE MILÃO 1 x 3 ROMA

Local: Estádio San Siro, em Milão (ESP) 
Data: 26/02/2017
Árbitro:  Paolo Tagliavento
Cartões amarelos:  De Rossi (ROM), Perisic (INT), Fazio (ROM) e Murillo (INT)
Gols: Nainggolan, aos 11min do 1º tempo e aos 10min do 2º tempo; Icardi, aos 30min do 2º tempo; Perotti, aos 40min do 2º tempo

INTER DE MILÃO
Handanovic; Murillo, Medel e D'Ambrosio; Candreva (Gabigol), Gagliardini, Kondogbia e Perisic; Brozovic (Éder), João Mario (Banega) e Icardi
Técnico: Stefano Pioli

ROMA
Szczesny; Rüdiger, Fazio, Manolas e Juan Jesus; De Rossi (Paredes), Strootman; Bruno Peres (Vermaelen), Nainggolan e Salah (Perotti); Dzeko
Técnico: Luciano Spalletti

UOL Cursos Online

Todos os cursos