Topo

Esporte


Juve supera "confusão tecnológica", e CR7 estreia com vitória no Italiano

Alberto Pizzoli/AFP
CR7 tenta chute na estreia oficial com a camisa da Juventus Imagem: Alberto Pizzoli/AFP

Do UOL, em São Paulo

2018-08-18T14:57:45

18/08/2018 14h57

Em jogo com duas viradas, confusão tecnológica e gols no fim, a Juventus derrotou o Chievo Verona por 3 a 2 fora de casa e estreou com vitória no Campeonato Italiano neste sábado (18). A partida ainda marcou a estreia oficial de Cristiano Ronaldo no clube de Turim. 

O astro português passou em branco e ainda se envolveu em um lance que por pouco não custou o triunfo, já no fim do segundo tempo. A tecnologia da linha validou gol de Mandzukic que a zaga quase evitou, mas a arbitragem invalidou após consultar o VAR e ver toque no braço de CR7. Aos 47, porém, Bernardeschi definiu o triunfo. 

Antes de tudo isso, Khedira e Bani, contra, marcaram para os atuais heptacampeões nacionais, enquanto Stepinski e Giaccherini anotaram para os anfitriões. Na próxima rodada, a Juve  recebe a Lazio, sábado (25), enquanto o Chievo visita a Fiorentina no dia seguinte.

CR7: só faltou o gol

Filippo Venezia/AP
Imagem: Filippo Venezia/AP

Atração principal de uma partida que acabou tendo muitos outros ingredientes, Cristiano Ronaldo teve boa atuação. Bastante participativo no ataque, o português finalizou oito vezes, quatro na direção certa. Esbarrou, no entanto, em boa atuação do goleiro Sorrentino. O cinco vezes melhor do mundo ainda distribuiu 30 passes, acertando 27, sofreu duas faltas e cometeu uma. 

Brasil em campo

Convocados por Tite para os amistosos da seleção brasileira contra Estados Unidos e El Salvador em setembro, o lateral esquerdo Alex Sandro e o meia-atacante Douglas Costa foram escalados como titulares pelo técnico Massimiano Allegri. O primeiro deu assistência para o terceiro gol da Juventus.

Juve em vantagem

A equipe de Turim precisou de dois minutos para sair na frente, em jogada sem a participação de CR7. Após falta cobrada por Pjanic, Chiellini desviou de cabeça e Khedira chutou de esquerda. Os visitantes tiveram chances de ampliar, inclusive com Ronaldo, que chutou duas vezes da área, mas erraram o alvo. 

Castigo no fim

Os erros custaram caro para a Juve, que foi vazada num raro ataque da equipe da casa na etapa inicial. Giaccherini cruzou na área, Stepinski se antecipou a Chiellini e cabeceou com estilo para deixar tudo igual no placar. 

CR7 fica no quase e vê virada

Alberto Pizzoli/AFP
Imagem: Alberto Pizzoli/AFP

Na volta para o segundo tempo, quase Cristiano Ronaldo fez o primeiro com a camisa de seu novo clube. O chute de fora da área do craque português, no entanto, foi defendido com os pés por Sorrentino. Para piorar, quem marcou foi o Chievo. Cancelo derrubou Giaccherini na área e o próprio meia, ex-Juventus, converteu o pênalti. 

Não era o dia dele?

Cristiano Ronaldo até tentou evitar o tropeço na estreia oficial. Aos 20, em bela jogada individual, parou em mais uma defesa de Sorrentino. Em seguida, recebeu em boa condição na área, mas o chute saiu desviado. Aos 25, levantou para Mandzukic cabecear para fora. A bola insistia em não entrar. 

Tudo igual novamente

Coube a outro estreante - ou melhor, reestreante, a missão de evitar a derrota da Juventus. Bonucci, que voltou ao clube após passagem pelo Milan, marcou de cabeça. No fim, a arbitragem acabou dando gol contra de Bani, já que a bola desviou no jogador do Chievo antes de entrar. Na sequência, CR7 ainda teve mais uma chance em cobrança de falta, mas Sorrentino defendeu. 

Tecnologia valida e invalida gol

Alberto Pizzoli/AFP
Imagem: Alberto Pizzoli/AFP

Aos 41 minutos, Mandzukic chegou a marcar o terceiro da Juve. A "goal-line technology" mostrou que a cabeçada do croata ultrapassou a linha quando a zaga do Chievo afastou. No entanto, a arbitragem resolveu consultar o VAR após suposto toque de braço de Cristiano Ronaldo. Em confusão que durou quase cinco minutos e ainda foi marcada por um susto, já que Sorrentino se chocou com o português e chegou a ficar desacordado, a decisão do juiz foi de invalidar a jogada.

Virada nos acréscimos

Isabella Bonotto/AFP
Imagem: Isabella Bonotto/AFP

Para a sorte da Juventus, ainda houve tempo para buscar a virada. Alex Sandro fez boa jogada pela esquerda e cruzou. Bernardeschi se antecipou à marcação e garantiu os primeiros três pontos do time de Turim no Italiano já aos 47 minutos da etapa complementar. 

Ficha técnica

Chievo Verona 2 x 3 Juventus

Data: 
18/08/2018
Local: Estádio Marcantonio Bentegodi, em Verona (Itália)
Hora: 13h (de Brasília)
Cartões amarelos: Radovanovic e Tomovic (Chievo)
Cartões vermelhos: Nenhum

Gols: Khedira, aos 2min, e Stepinski, aos 37 minutos do primeiro tempo. Giaccherini, aos 9, Bani (contra), aos 29, e Bernardeschi, aos 47 minutos do segundo tempo. 

Chievo Verona: Sorrentino (Seculin); Tomovic, Rossettini, Bani e Cacciatore; Rigoni, Radovanovic e Hetemaj (Obi); Depaoli, Stepinski (Djordjevic) e Giaccherini. Técnico: Lorenzo D'Anna.

Juventus: Szczesny; Cancelo, Bonucci, Chiellini e Alex Sandro; Khedira (Can) e Pjanic; Dybala, Cuadrado (Bernardeschi) e Douglas Costa (Mandzukic); Cristiano Ronaldo. Técnico: Massimiliano Allegri.

Mais Esporte