Com CR7 artilheiro, Juventus vence Fiorentina e segue invicta no Italiano

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • MARCO BERTORELLO/AFP

    Chiellini, Cristiano Ronaldo e Bentancur marcaram na vitória da Juve

    Chiellini, Cristiano Ronaldo e Bentancur marcaram na vitória da Juve

A Juventus venceu mais uma vez no Campeonato Italiano. Neste sábado (1º), a equipe de Turim venceu a Fiorentina por 3 a 0, com gols de Bentancur, Chiellini e Cristiano Ronaldo, e segue sem conhecer derrota nesta edição do torneio nacional - já são 13 vitórias e um empate, com aproveitamento de 95,2%.

O segundo gol gerou bastante reclamação por parte dos donos da casa. Chiellini recebeu livre na área e, em posição duvidosa, mandou para o fundo das redes. Apesar da reclamação dos jogadores da Fiorentina, o árbitro optou por não recorrer ao VAR e marcou o gol a favor dos visitantes. Autor do terceiro gol, CR7 chegou a dez gols no Italiano e empatou com Piatek, do Genoa, na artilharia da competição.

O resultado leva a Juventus a 40 pontos na liderança, 11 a mais que o segundo colocado Napoli, que enfrentará o Atalanta na segunda-feira (3). A Fiorentina, por sua vez, estacionou nos 18 pontos e está em nono lugar, mas pode perder posições no decorrer da rodada.

O próximo adversário da Juve no Italiano será a Inter de Milão, na sexta-feira (7), em Turim. Já a Fiorentina tentará a recuperação fora de casa contra o Sassuolo, no próximo domingo (9).

O melhor: Cristiano Ronaldo
CR7 lutou bastante no primeiro tempo, mas só conseguiu deixar sua marca no fim da etapa complementar, de pênalti, quando a vitória já estava garantida. O craque luso perdeu duas chances em cobranças de falta bem próximas à área, parando na barreira e nas mãos do goleiro Lafont. Quase participou do gol de Chiellini, mas foi impedido pelos zagueiros de empurrar a bola para as redes e viu o tento ir para a conta do italiano.

Porém, aos 33 do segundo tempo, a bola bateu na mão de Fernandes na área. CR7 não desperdiçou a cobrança, chegou a 10 gols e passou a dividir a artilharia com Piatek. Ele ainda levou seu primeiro amarelo com a camisa italiana por ter chutado a bola para longe depois de marcar o gol. 

O pior: Vitor Hugo
O zagueiro Vitor Hugo não esteve inspirado. Além de atrapalhado na marcação, levou amarelo por falta em Cuadrado e perdeu uma chance de empatar o jogo: recebeu na área e, em vez de mandar para o gol, honrou sua posição de zagueiro e afastou a bola - só que da própria meta. No segundo gol da Juventus, não conseguiu marcar Chiellini.


O filho de Diego Simeone, Giovanni, também merece menção entre os piores por ter perdido uma grande chance de marcar. O jogo ainda estava 1 a 0 para a Juve quando o jogador recebeu livre na grande área, mas, para desespero da torcida presente no Franchi, tocou mal na bola e a deixou de presente para o goleiro Szczesny.

VAR em ação
O primeiro tempo foi morno e sem muitas chances reais para nenhum dos lados. O placar ainda estava zerado quando Biragih deixou a mão na bola dentro da área. Os jogadores da Juventus pedira pênalti, e o árbitro consultou o árbitro de vídeo (VAR, na sigla em inglês). Depois de avaliar as imagens, decidiu que não foi nada e deu apenas escanteio para a Juve.

Bentancur abre placar para Juventus
Em um primeiro tempo morno e com poucas chances, com Dybala e CR7 comandando as chances da Juventus, sobrou para o volante Bentancur abrir o placar. O argentino ajudou na criação da jogada e tocou para Bentancur, que deixou os marcadores na saudade e bateu certeiro no canto do goleiro Lafont.

Chiesa dá trabalho a Szczesny
O time comandado por Allegri voltou mais ativo para o segundo tempo. Logo no primeiro minuto, Dybala acionou CR7, que mandou a bola com força em cima da zaga. Mas a Fiorentina respondeu e Chiesa obrigou Szczesny a trabalhar duas vezes para evitar o empate.

Juventus responde com eficácia
CR7 tentava de tudo para chegar à rede e à artilharia do Italiano. Em nova cobrança de falta, obrigou Lafont a se esticar para afastar o perigo. Mandzukic teve boa chance de cabeça, mas errou a pontaria. Chiellini marcou logo depois. Recebeu na área e, em posição duvidosa, empurrou para as redes, mas o árbitro validou o gol.

CR7 fecha a conta e vira artilheiro
A Fiorentina até tentou marcar o gol de honra dentro de casa, com Gerson, mas a sorte não estava a favor dos donos da casa. Aos 33, Mandzukic cruzou na área e a bola encostou na mão de Fernandes. O árbitro marcou pênalti, que o português bateu firme para fazer o terceiro do time. Cristiano ainda levou amarelo por chutar a bola para longe após o gol, sua primeira advertência pela equipe italiana, e deu lugar a Bernardeschi nos minutos finais, mas nada que estragasse a festa. Coube à líder Juventus administrar a vantagem para manter sua invencibilidade.

FICHA TÉCNICA
FIORENTINA 0 X 3 JUVENTUS


Data/hora: 1º de dezembro de 2018, domingo, às 15h (de Brasília)
Local: Estádio Artemio Franchi, em Florença
Cartões amarelos: Mandzukic, Milenkovic, Edimilson, Bentancur, Vitor Hugo, Milenkovic, Cristiano Ronaldo, Théréau e Veretout
Cartões vermelhos: -
Gols: Bentancur, aos 30' do primeiro tempo; Chiellini, aos 24', e Cristiano Ronaldo, aos 33' do segundo tempo

FIORENTINA: Lafont; Milenkovic, Pezzella, Vitor Hugo e Biraghi; Veretout, Benassi (Pjaca) e Edimilson (Gerson); Chiesa, Simeone e Gerson.
Técnico: Stefano Pioli

JUVENTUS: Szczesny; De Sciglio, Bonucci, Chiellini e Joao Cancelo; Cuadrado (Douglas Costa), Bentancur e Matuidi; Dybala, Mandzukic (Kean) e Cristiano Ronaldo (Bernardeschi).
Técnico: Massimiliano Allegri

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos