Topo

Esporte


Com gol adversário anulado no fim, Juventus vence Sampdoria e segue invicta

 REUTERS/Massimo Pinca
Cristiano Ronaldo marcou duas vezes e deu 17ª vitória da Juve em 19 jogos no Italiano Imagem: REUTERS/Massimo Pinca

Do UOL, em São Paulo

2018-12-29T11:31:54

29/12/2018 11h31

A Juventus manteve a liderança invicta do Campeonato Italiano 2018/2019 neste sábado (29). Jogando em casa pela 19ª rodada, o time comandado por Massimiliano Allegri venceu a Sampdoria por 2 a 1, em partida marcada pela atuação do VAR em três lances capitais.

No primeiro tempo, o árbitro auxiliar de vídeo ajudou a marcar um pênalti a favor da Samp. No segundo tempo, porém, confirmou um pênalti para a Juventus e invalidou o gol de empate do time de Gênova, marcado já nos acréscimos.

Leia também:

Com o resultado, a Juve manteve sua invencibilidade na liderança do Italiano 18/19: em 19 jogos, time conquistou 17 vitórias e dois empates, somando 53 pontos. A Sampdoria, por sua vez, permaneceu com 29 pontos, ainda na quinta posição.

Cristiano Ronaldo, recordista nacional

O camisa 7 é sempre a grande atração da Juventus, e não foi diferente no jogo deste sábado. Logo aos 2 min do primeiro tempo, o astro abriu o placar. Assim, chegou a 13 gols na temporada 2018/2019 do Italiano e se tornou o português com mais gols em uma só edição do torneio - Rui Barros havia marcado 12 gols na temporada 1988/1989, quando também defendia a equipe de Turim. De quebra, convertendo um pênalti aos 20 min do segundo tempo, CR7 chegou aos 14 gols no campeonato.

Marco BERTORELLO / AFP
Camisa 7 ultrapassou a marca de 12 gols de Rui Barros Imagem: Marco BERTORELLO / AFP

Pouco exigido, Mattia Perin quase se complica no fim

Poderia ser um jogo tranquilo para a Juventus, mas o goleiro Mattia Perin quase colocou tudo a perder. Mesmo diante das poucas chances de real perigo da Sampdoria, não precisou ter uma atuação brilhante. Nos acréscimos do segundo tempo, ainda errou uma saída de bola e viu Riccardo Saponara assumir o lance, trocar passes e mandar a bola no ângulo. Para sua sorte, o VAR invalidou o gol de empate da Sampdoria.

Destaque, Dybala teve o jogo passando por seus pés

Não dá para deixar em segundo plano os dois gols de Cristiano Ronaldo, é claro. Mas a atuação de Paulo Dybala também foi importante para a definição do jogo. Seu lançamento da direita para a esquerda encontrou Cristiano Ronaldo em boas condições para abrir o placar. O camisa 10 ainda trabalhou como o motor do time fora da área e acionou companheiros, sendo o responsável pelos cruzamentos que infernizaram a área da Samp. De quebra, ainda arriscou vez ou outra, dando trabalho para a defesa visitante. 

Jogo duro da Sampdoria e VAR garantem equilíbrio

Jogando em casa, a Juventus precisou de pouco tempo para fazer 1 a 0. Logo aos 2 min, Paulo Dybala fez belo lançamento na esquerda para Cristiano Ronaldo, que limpou a marcação e bateu - a bola quicou na pequena área e surpreendeu o goleiro Emil Audero. Tudo certo para um jogo dominado pela Juventus, certo?

Nada disso. A Samp não se intimidou com o placar adverso e fez um jogo metódico, em busca de oportunidades perigosas. E a melhor veio aos 33 min, após pênalti cometido por Emre Can - o árbitro Paolo Valeri consultou o VAR e confirmou o toque de braço na bola. Na cobrança, Fabio Quagliarella igualou.

O empate, porém, fez a Juve acelerar em busca da reação, tentando principalmente pelos levantamentos na área. No segundo tempo, logo aos 7 min, Blaise Matuidi aproveitou o rebote e acertou uma pancada da intermediária, obrigando Emil Audero a fazer uma bela defesa para mandar para escanteio. Depois, aos 13 min, Cristiano Ronaldo arriscou pela esquerda da intermediária e acertou o travessão do goleiro da Samp.

E se o VAR assegurou um pênalti para a Samp no primeiro tempo, assegurou outro para a Juve no segundo. Após alguma indefinição, Paolo Valeri consultou o vídeo e indicou um toque de bola no braço do zagueiro Alex Ferrari. Aos 20 min, Cristiano Ronaldo encheu o pé na cobrança e recolocou o time de Turim na frente.

A Samp tentou de novo responder, em cruzamento pela direita aos 32 min que Fabio Quagliarella se jogou para escorar para fora. Os visitantes chegaram a empatar nos acréscimos, em gol de Riccardo Saponara após erro do goleiro Mattia Perin na saída de bola; no entanto, o VAR apontou impedimento do próprio Saponara no início do lance e salvou a pele do camisa 22 alvinegro.

Trabalho protocolar dos técnicos

Marco Giampaolo apostou em uma Sampdoria sem pressa, com Gastón Ramírez de articulador para tentar criar chances ofensivas. Só que a aposta só mostrou algum resultado quando o time de Gênova esteve atrás no placar, e contando com alguma ajuda de Dennis Praet no meio de campo. A Juventus ainda oscilou, mas contou com boas atuações ofensivas de Blaise Matuidi, Paulo Dybala, Mario Mandzukic e Cristiano Ronaldo para decidir. 

Pausa de inverno

Com o fim do primeiro turno neste sábado, o Campeonato Italiano fará agora a tradicional pausa de inverno para descanso das equipes. A competição só volta em 19 de janeiro, quando começa a 20ª rodada. No dia 20, a Sampdoria visita a Fiorentina; no dia seguinte, a Juventus hospeda o Chievo.

FICHA TÉCNICA
JUVENTUS 2 X 1 SAMPDORIA

Data: 29 de dezembro de 2018 (sábado)
Hora: 9h30 (horário de Brasília)
Local: Juventus Arena
Árbitro: Paolo Valeri
Auxiliares: Mauro Vivenzi e Filippo Valeriani
Cartões amarelos: Blaise Matuidi (JUV) e Daniele Rugani (JUV); Alex Ferrari (SAM) e Riccardo Saponara (SAM)
Gols: Cristiano Ronaldo, 2 min do 1º T (JUV); Fabio Quagliarella, aos 33 min do 1º T (SAM); Cristiano Ronaldo, aos 20 min do 2º T (JUV)

JUVENTUS: Mattia Perin; Mattia de Sciglio, Daniele Rugani, Giorgio Chiellini e Alex Sandro; Emre Can, Miralem Pjanic e Blaise Matuidi (Douglas Costa); Paulo Dybala; Mario Mandzukic (Federico Bernardeschi) e Cristiano Ronaldo
Técnico: Massimiliano Allegri

SAMPDORIA: Emil Audero; Jacopo Sala, Alex Ferrari, Omar Colley e Nicola Murru; Dennis Praet, Albin Ekdal (Jakub Jankto) e Karol Linetty; Gastón Ramírez (Riccardo Saponara); Fabio Quagliarella e Gianluca Caprari (Gregoire Defrel)
Técnico: Marco Giampaolo

Mais Esporte