UOL Esporte Libertadores
 
11/02/2010 - 01h07

Adilson isenta Gilberto e culpa árbitro por derrota na Argentina

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte

O técnico Adilson Batista absolveu o meia Gilberto da expulsão aos 2min de jogo, na derrota do Cruzeiro por 2 a 0 para o Vélez Sarsfield na noite desta quarta-feira, em Buenos Aires. Para o treinador, a atuação do árbitro uruguaio Martín Vasquez foi determinante para o revés cruzeirense na primeira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. “Acho que a arbitragem foi decisiva”, observou.

Adilson Batista disse que a tradição de boas campanhas do Cruzeiro na Copa Libertadores pode influenciar em arbitragens ruins nos jogos da equipe mineira. “Há muito tempo que estou no futebol e eu não via uma arbitragem tão tendenciosa, errando muito, principalmente contra o Cruzeiro. Não sei se o Cruzeiro começou a incomodar muita gente, porque o Cruzeiro chega, tem um histórico excelente na Libertadores”, comentou.

O meia Gilberto foi expulso aos 2min de jogo. Já o zagueiro Gil também foi obrigado a deixar mais cedo o confronto contra a equipe argentina nesta quarta-feira, ao receber o segundo cartão amarelo aos 36min do primeiro tempo.

Para o treinador cruzeirense, o Vélez Sarsfield soube aproveitar a vantagem numérica. “Infelizmente hoje (quarta-feira) acabou irritando muita gente, os jogadores, invertendo faltas. Fomos prejudicados e o Vélez tirou proveito, controlou bem o jogo”, afirmou.

Na avaliação de Adilson Batista, a expulsão de Gilberto foi ocasionada em um lance comum de jogo. “Ele não teve a intenção, os dois chegaram dividindo. O Gilberto tentou acompanhar a bola, tentou colocar o pé, não teve intenção de machucá-lo, os dois foram na dividida. O Kléber apanhou, o Thiago apanhou, o Wellington apanhou, o Jonathan tomou um chute. O critério tinha de ser para os dois lados, infelizmente não foi”, analisou o treinador.

Foi a segunda expulsão de Gilberto na Libertadores. O experiente jogador recebeu o cartão vermelho no empate com o Real Potosí, por 1 a 1, na Bolívia, no primeiro jogo da fase preliminar na competição. O meia perdeu a cabeça numa disputa de bola e deu um soco em um adversário. Multado pela diretoria, ele admitiu o erro e desculpou-se com os companheiros.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host