UOL Esporte Libertadores
 
20/02/2010 - 14h49

Peruanos vencem, mas reclamam da arbitragem na Libertadores

Das agências internacionaias
Lima (Peru)

Representantes dos clubes peruanos Alianza Lima, Universitario de Deportes e Juan Aurich apresentaram um protesto formal para a Conmebol para exigir a presença de árbitros mais experientes na Libertadores. A decisão foi anunciada neste sábado por Germán Leguía, dirigente do Universitario.

O Universitario bateu o Lanús, da Argentina, por 2 a 0, na segunda rodada da primeira fase, disputada nesta quinta-feira, no Estádio Monumental, de Lima. Com o resultado, o Universitario divide a liderança do Grupo 4 com o Libertad, com seis pontos e 100% de aproveitamento, com duas vitórias em duas partidas.

Apesar da vitória, os jogadores do Universitario reclamaram da postura do árbitro venezuelano Juan Soto na partida. "Como ganhamos, ninguém deu importância para a arbitragem, que nos puniu com três cartões amarelos injustamente", queixou-se Leguía, dirigente do Universitario. Ele disse, ainda, que por causa das punições, a sua equipe precisará jogar com cautela diante do Libertad, na próxima sexta-feira, no Estádio Monumental, de Lima.

Leguía reclamou que o Alianza Lima também foi prejudicado na rodada desta quinta-feira. Detalhe: os peruanos bateram o Estudiantes, atual campeão, por 4 a 1, em partida disputada no Estádio Alejandro Villanueva, em Lima, e assumiram a liderança isolada do grupo 3 da Libertadores, com seis pontos e 100% de aproveitamento.

Para ele, o Alianza Lima poderia ter obtido um resultado histórico se o árbitro venezuelano Marlon Escalante não tivesse anulado um gol legítimo feito pelos peruanos e marcado um pênalti cometido pela equipe argentina. "O árbitro teve uma atuação péssima", criticou o dirigente.

Ele disse que os peruanos que participam da Libertadores precisam se precaver para que não sejam prejudicados pela arbitragem em outros jogos. "Está na hora dos clubes peruanos serem respeitados".

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host