UOL Esporte Libertadores
 
AFP/Miguel Gutierrez

Vagner Love e Juan vibram com gol do Flamengo contra o Caracas

10/03/2010 - 23h44

Comandado por Love, Fla suporta pressão, vence Caracas e ameniza crise

Do UOL Esporte
No Rio de Janeiro

VAGNER LOVE SE DESTACA NA PARTIDA

  • Jorge Silva/Reuters

    Vagner Love comemora um de seus dois gols na vitória sobre o Caracas pela Copa Libertadores-10

O Flamengo entrou em campo nesta quarta-feira, contra o Caracas, na Venezuela, sabendo que somente uma vitória faria com que a crise na Gávea fosse amenizada após a polêmica em torno de Adriano na última semana. Mesmo pressionado e com um a menos durante boa parte do segundo tempo, o time se superou e, sob a batuta de Vagner Love, autor de dois gols, venceu mais uma sem o Imperador, desta vez por 3 a 1.

“Foi um resultado heroico. Atuar com um a menos é complicadíssimo. Mas o Flamengo mais uma vez mostrou a força que tem, a força do seu grupo”, disse Vagner Love.

Com o triunfo, a equipe rubro-negra chegou aos seis pontos, com 100% de aproveitamento, assumindo a liderança isolada do Grupo 8 da Libertadores e abrindo dois pontos do Universidad do Chile, segundo colocado. O Caracas é o lanterna, com duas derrotas, enquanto o Universidad Catolica-CHI tem apenas um ponto.

PRINCIPAIS LANCES

PRIMEIRO TEMPO
30min - Guerra recebe sozinho pela direita da grande área e bate bonito de trivela, encobrindo Bruno. A bola passa raspando o travessão do Flamengo.
32min - Guerra de novo assusta o Flamengo. O meia invade a área pela direita e bate cruzado, mas Bruno espalma.
35min - GOOOLLL DO FLAMENGO!!! Pet chuta forte de esquerda e a bola bate na mão de Romero no meio da área. PÊNALTI! Vagner Love cobra forte, no canto direito do goleiro, e abre o marcador.
SEGUNDO TEMPO
4min - Gómez cobra falta com categoria, por cima da barreira do Flamengo e acerta o travessão de Bruno, que apenas observa.
20min - GOOOLLL DO CARACAS!!! Castellín recebe na área pela esquerda, gira em cima de Álvaro com facilidade e bate forte de esquerda, no alto.
28min - Kleberson avança livre desde a intermediária e entra cara a cara com o goleiro. O volante bate no alto, Vega espalma e a bola ainda explode no travessão!
29min - GOOOLLL DO FLAMENGO!!! Kleberson agora dá bom passe para Vagner Love, que invade a área e dribla o goleiro, fazendo belo gol.
48min - GOOOLLL DO FLAMENGO!!! Kleberson rouba a bola e toca para Rodrigo Alvim, que avança e toca por baixo.

Além da ponta na tabela de classificação, o Flamengo mostrou mais uma vez que sabe viver sem Adriano, ainda mais com Vagner Love gozando de ótima fase. Essa foi a quarta vitória seguida do time dirigido por Andrade sem seu principal jogador. Desde que retornou ao clube, em maio do ano passado, o Imperador já desfalcou a equipe em 14 jogos. Nestes duelos, os flamenguistas venceram dez e empataram apenas quatro vezes.

"Nosso conjunto é muito forte. Todos se ajudam em campo e quem entra dá conta do recado. Dá gosto em jogar nessa equipe, essa camisa tem magia", disse o lateral-esquerdo Rodrigo Alvim, que fez o outro gol rubro-negro.

Contudo, é bem provável que Adriano retorne ao time no clássico diante do Vasco, neste domingo, às 19h30, no Maracanã. O jogador não viajou para a Venezuela e ficou no Rio de Janeiro aprimorando a parte física. Na sexta-feira, dia da reapresentação do elenco, treinará ao lado dos demais e deverá ter sua escalação confirmada.

Sem o astro, o técnico Andrade optou por deixar apenas Vagner Love no ataque e voltou a escalar Petkovic como titular. Desde o Fla-Flu do dia 31 de janeiro, o qual foi substituído no intervalo e abandonou o estádio, o sérvio não iniciava um jogo.

Em um primeiro tempo morno, em que o Flamengo teve dificuldades em trocar passes com o gramado escorregadio, mas esteve firme na marcação, coube a Petkovic ser decisivo no gol brasileiro. O meia completou com força cruzamento de Leonardo Moura e a bola bateu no braço de Romero. Pênalti, que Vagner Love converteu no fim da etapa.

“O jogo está bom para nós. Estamos marcando bem e com a bola nos pés estamos trocando bons passes. Precisamos trabalhar um pouco mais para entrar na área deles”, disse Vagner Love.

Contudo, o atacante viu o Flamengo passar por apuros logo no início da etapa. O volante Fernando deixou o campo machucado e Toró foi expulso, ao receber o segundo cartão amarelo, aos 8min. Sem seus dois volantes, Andrade teve de improvisar Rodrigo Alvim no meio-campo e sacar Pet para colocar Ronaldo Angelim.

O que se viu, então, foi uma enorme pressão do Caracas, que conseguiu o empate aos 20min com Castellín. No entanto, falou mais alto a categoria brasileira e o talento de Vagner Love, destaque do duelo. Depois de ver Kleberson desperdiçar precioso passe seu, o atacante tratou de assumir a responsabilidade e fez belo gol, desempatando. Nos acréscimos, Rodrigo Alvim, em contra-ataque, fechou o placar.

O FLAMENGO NO TWITTER

Os dois times voltam a campo pela Libertadores na próxima quarta-feira. No Chile, ainda em local indefinido, o Flamengo enfrenta o Universidad do Chile, às 21h50. Já o Caracas, novamente em casa, encara o Universidad Catolica.

CARACAS 1 X 3 FLAMENGO

Caracas
Vega; Romero (Prieto), Jaime Bustamante, Alejandro Cichero e Gabriel Cichero; Franklin Lucena, Jiménez, Guerra e Gómez (Gonzalez); Valoyes e Castellín (Aristeguieta)
Técnico: Noel SanVicente

Flamengo
Bruno; Leonardo Moura, Álvaro, Fabrício e Juan; Toró, Fernando (Rodrigo Alvim), Kleberson e Petkovic (Ronaldo Angelim); Vinicius Pacheco (Fierro) e Vagner Love
Técnico: Andrade

Estádio: Olímpico (Em Caracas, na Venezuela)
Data: 10/3/2010
Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Auxiliares: Eduardo Díaz e Rafael Díaz (Ambos da COL)
Cartões amarelos: Valoyes, Romero, Castellín (C); Toró, Bruno (F)
Cartão vermelho: Toró (F)
Gols: Vagner Love, aos 35min do primeiro tempo; Castellín, aos 20min, Vagner Love, aos 29min, Rodrigo Alvim, aos 48min do segundo tempo

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host