UOL Esporte Libertadores
 
11/03/2010 - 07h01

De olho no 1º lugar, Cruzeiro quer evitar surpresa contra Deportivo Italia

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte
  • Kléber não quer ver o Cruzeiro surpreendido pelo Deportivo Italia, lanterna do grupo 7 da Libertadores

    Kléber não quer ver o Cruzeiro surpreendido pelo Deportivo Italia, lanterna do grupo 7 da Libertadores

Com uma derrota e uma vitória, resultados que o colocam na segunda colocação do grupo 7, o Cruzeiro enfrentará o Deportivo Italia, nesta quinta-feira, às 21h15 (horário de Brasília), com um objetivo bem definido: evitar uma surpresa diante do lanterna da chave. No planejamento celeste, um tropeço contra a equipe venezuelana poderia ser fatal às suas pretensões de passar à próxima fase e seguir no caminho do título da Libertadores.

Já a vitória contra o Deportivo Italia, por pelo menos dois gols de diferença, colocará o Cruzeiro na liderança provisória da chave, até que o Vélez Sarsfield, líder, com seis pontos em duas partidas, enfrente o Colo-Colo, na próxima terça-feira, em Santiago. O clube celeste não quer permitir que a equipe argentina dispare na primeira colocação.

“Não podemos deixar o Vélez distanciar. Haverá um jogo do Colo-Colo e Vélez e não podemos deixá-los abrir distância. Somente seis segundos colocados é que se classificarão para a próxima fase e temos de ter cuidado para não ter problemas depois”, observou o atacante Kléber, uma das esperanças cruzeirenses de obter seu primeiro triunfo como visitante na atual Libertadores.

Na fase preliminar da competição, o Cruzeiro empatou, em 1 a 1, com o Real Potosí, da Bolívia, equipe que goleou por 7 a 0, no jogo da volta, assegurando vaga na fase de chaves. Em seu primeiro jogo pelo grupo 7, a equipe do técnico Adilson Batista foi derrotada pelo Vélez Sarsfield, por 2 a 0. O triunfo sobre o Colo-Colo, por 4 a 1, foi no Mineirão.

Nos quatro jogos do grupo 7 disputados até agora, somente o time argentino conseguiu ganhar como visitante. O Vélez bateu o Deportivo Italia, por 1 a 0. Na sua estreia, a equipe venezuelana havia sido derrotada pelo Colo-Colo, em Santiago, pelo mesmo placar. Dessa forma, o clube de Caracas ainda não marcou nenhum gol, tendo sido vazado duas vezes.

Apesar dos resultados negativos, o técnico Eduardo Saragó aprovou as atuações de sua equipe nos dois primeiros compromissos. “Se jogarmos contra o Cruzeiro como fizemos contra Colo-Colo e Vélez poderemos ganhar”, afirmou, confiante, o treinador do time venezuelano.

Para concretizar o seu otimismo, no entanto, o Deportivo Italia terá de superar um tabu favorável ao clube brasileiro. O Cruzeiro nunca foi derrotado em jogos disputados na Venezuela. Foram seis partidas, com cinco vitórias e um empate.

Além disso, nos dois jogos disputados contra o seu adversário de quinta-feira, a equipe celeste foi a vencedora: 3 a 0, em Caracas, e 4 a 0, em Belo Horizonte. Isso significa que o Deportivo Italia nunca conseguiu marcar um gol diante do time mineiro.

Para tentar chegar à liderança da sua chave, o Cruzeiro não poderá contar com o experiente Gilberto, que cumprirá o segundo jogo de suspensão, por causa de sua expulsão na derrota para o Vélez. O atacante Wellington Paulista, que se recupera de contusão no tornozelo direito, não viajou para Caracas, e a opção no banco para o ataque é o jovem Eliandro. Ausente nos últimos três jogos do Mineiro, Kléber recuperou-se de lesão, e vai jogar.

Pelo lado do Deportivo Italia, o técnico Eduardo Saragó não poderá contar com o goleiro titular, o experiente boliviano José Carlo Fernández, conhecido como “Gato”, que está contundido no tornozelo esquerdo e ficará afastado por pelo menos duas semanas. Ele será substituído por Alan Liebeskind, que estreará na Libertadores.

DEPORTIVO ITALIA X CRUZEIRO

Data: 11/3/2010 (quarta-feira)
Horário: 21h15 (horário de Brasília)
Local: Estádio Olímpico, em Caracas (VEN)
Árbitro: Carlos Vera (Ecuador)
Auxiliares: Carlos Herrera (Ecuador) e Christian Lescano (Ecuador)
Transmissão: Sportv

DEPORTIVO ITALIA
Liebeskind; David McIntosh, Marcelo Maidana, Javier López e Rafael Lobo; Gianfranco Di Julio, Leopoldo Jiménez, Evelio Hernández e Gabriel Urdaneta; Richard Blanco e Cristian Cásseres
Técnico: Eduardo Saragó

CRUZEIRO
Fábio; Jonathan, Leonardo Silva, Thiago Heleno e Diego Renan; Henrique, Pedro Ken, Marquinhos Paraná e Roger; Kléber e Thiago Ribeiro
Técnico: Adilson Batista
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host