UOL Esporte Libertadores
 
11/03/2010 - 12h03

Patrícia Amorim prestigia jogadores na volta ao Rio; Bruno não a cumprimenta

Bernardo Feital
No Rio de Janeiro
  • P, Amorim recepcionou a delegação na manhã desta quinta

    P, Amorim recepcionou a delegação na manhã desta quinta

Apesar de não ter ido à Venezuela acompanhar a vitória do Flamengo sobre o Caracas por 3 a 1, pela segunda rodada da Copa Libertadores da América, Patrícia Amorim não deixou de prestigiar seus ‘pupilos’. A presidente esperou o desembarque dos jogadores e comissão técnica na manhã desta quinta-feira, no Aeroporto Internacional Tom Jobim, e cumprimentou a maioria da delegação.

“Estou sempre antes e depois dos jogos dando o um apoio. Tenho de passar uma mensagem de que estou presente e isso é importantíssimo. Conseguimos uma vitória muito boa e eles estão de parabéns. Mas não é só na vitória que apareço não”, ressaltou a dirigente.

Na saída dos jogadores, Patrícia distribuiu muitos abraços e congratulações aos jogadores e comissão. Contudo, nem todos se prestaram a receber o apoio da presidente. Bruno, que foi um dos primeiros a passar pelo portão, ‘fugiu’ pela tangente e nem encarou a mandatária. Recentemente, ela condenou declarações do goleiro sobre o trato com mulheres e afirmou que ia dar um ‘puxão de orelhas’ no jogador.

O FLAMENGO NO TWITTER

Sobre o ‘caso Adriano’, Patrícia se mostrou bastante serena. Com o discurso do apoio incondicional ao atleta, ela acredita na recuperação do Imperador e na convocação do jogador para a Copa do Mundo.

“Se um jogador tem problemas, seja ele quem for, se necessitar a ajuda do Flamengo, nós a daremos. O Adriano voltou e se mostrou apto para resolver seus problemas e retornar a atuar com alegria. Vamos apoiá-lo. É muito importante para ele e para o clube da Gávea a presença dele na lista do Dunga”, completou.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host