UOL Esporte Libertadores
 
18/03/2010 - 14h14

Esperando o jogo contra o Cerro, colorados adotam rotina uruguaia em Rivera

Jeremias Wernek
Em Rivera, Uruguai

Um mar vermelho tomou conta da Avenida Sarandi, local de concentração dos free shops em Rivera, na manhã desta quinta-feira. Eram os colorados, todos devidamente identificados pelas camisas do Inter. Em meio a compras, lanches e conversas sobre o time, gritos de torcida e confraternização com uruguaios aconteciam, horas antes do jogo contra o Cerro, de Montevidéu, que pode render a liderança do grupo 5 da Libertadores.

COLORADOS INVADEM RIVERA

  • Jeremias Wernek/UOL Esporte
  • Jeremias Wernek/UOL Esporte

    Torcedores do Inter tomam ruas, restaurantes e lojas de Rivera, na fronteira entre Brasil e Uruguai

Na última rua brasileira na fronteira com o Uruguai, dezenas de ônibus estão estacionados. Todos de caravanas saídas dos mais distintos cantos do Rio Grande do Sul. Em meio a bandeiras do Inter, penduradas em qualquer lugar visível, torcedores visitavam as lojas que vendem a preço de custo roupas, eletrônicos e bebidas.

Quando a fome chegava, a legião de gaúchos seguia rumo aos restaurantes. No cardápio, opções variadas da culinária uruguaia, com destaque para a parrilla. A tabela de preços, marcada a lápis – dá uma clara visão de que tudo foi reajustado pela vinda dos brasileiros. Nada que impossibilitasse a refeição, regada a cerveja local e animação. Grupo de amigos se encontravam depois de horas na estada e colocavam suas impressões sobre a região.

Em acordo com o Inter, o Cerro decidiu transferir a partida de Montevidéu para Rivera, dividida por apenas uma avenida de Santana do Livramento, cidade da região sudoeste do Rio Grande do Sul. Assim, dos cerca de 26 mil ingressos colocados à venda para o jogo desta quinta no estádio Atílio Paiva, pelo menos 21 mil serão utilizados por torcedores do Internacional.

Na programação dos jogadores colorados, a ida para o estádio ocorre só no final da tarde. Os portões do Atílio Paiva abrem às 16h. O Inter entrará em campo com um novo esquema tático, o 4-2-3-1, com D’Alessandro, Edu e Giuliano na armação. Quem vencer a partida vira líder do Grupo 5 e encaminha classificação para as oitavas de final da Libertadores.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host