UOL Esporte Libertadores
 
18/03/2010 - 22h47

Técnico do Inter lamenta empate e diz que faltou só gol

Jeremias Wernek
Em Rivera (Uruguai)
  • Fossati reconheceu queda de rendimento no segundo tempo

    Fossati reconheceu queda de rendimento no segundo tempo

Um jogo sem gols em Rivera, com tempos bem distintos do Internacional. A torcida gaúcha, que invadiu o estádio Atílio Paiva chegou a vaiar depois do apito final. O técnico Jorge Fossati admitiu uma queda brusca de rendimento do primeiro para o segundo tempo.

“No primeiro tempo tivemos boas jogadas ofensivas, produzidas pelos meias e laterais. Infelizmente não foram transformadas em gol”, analisou Fossati. “Mas não aconteceu no segundo tempo (boa produção ofensiva). Por isso fiquei preocupado”, completou o técnico.

De maneira geral, o Internacional não lamenta os dois pontos perdidos, admite, enfim, que não conseguiu conter o clima de Porto Alegre em Rivera, com a presença de 20 mil colorados nas arquibancadas. “Não posso estar satisfeito, mas seria diferente se fosse em casa. Somar é sempre bom, mas não fico contente”, revelou o treinador.

Na etapa final, D’Alessandro – destaque do primeiro tempo, caiu muito de produção pela questão física. Edu ficou até o final, mas não foi bem como no principio. Alecsandro acabou perdendo companheiros e foi obrigado a recuar. “O time teve atuações no segundo tempo que caíram muito”, finalizou o comandante.

O Inter regressa para Porto Alegre ainda nesta quinta. O grupo se reapresenta na sexta à tarde no Beira-Rio, onde começa preparação para o jogo contra o Pelotas, no domingo, pela quarta rodada da Taça Fábio Koff. Os titulares que não apresentarem grande desgaste físico entrarão em campo.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host