UOL Esporte Libertadores
 
23/03/2010 - 21h27

Sem esforço, Estudiantes bate Bolívar e assume vice-liderança do grupo 3

Do UOL Esporte
Em São Paulo
  • Sosa (d) comemora com Brana ao marcar um dos gols do Estudiantes contra o Bolívar nesta terça

    Sosa (d) comemora com Brana ao marcar um dos gols do Estudiantes contra o Bolívar nesta terça

Lição de casa feita e vice-liderança do grupo 3 garantida. Jogando diante de sua torcida no estádio Centenário de Quilmes, em La Plata, o Estudiantes dominou o Bolívar (BOL) na primeira etapa, mas não conseguiu abrir o placar. Porém, no segundo tempo, o time de Verón encontrou o caminho do gol com Sosa e Boselli e bateu os bolivianos por 2 a 0 em duelo que fechou a quarta rodada da chave pela Copa Libertadores, nesta terça-feira.

Apesar dos três pontos, que deixam o Estudiantes na segunda colocação, a vitória ainda exige bons resultados da equipe argentina nas últimas rodadas, contra o terceiro colocado Juan Aurich (PER), com seis pontos, e diante do líder Alianza Lima (PER), que tem nove. Para não depender dos outros, o time argentino precisa de dois triunfos para garantir a vaga nas oitavas de final da competição sul-americana.

Em campo, massacre do Estudiantes no primeiro tempo. Jogando especialmente em função de Verón, Sosa (no meio-de-campo), Fernández e Boselli (no ataque), os anfitriões dominaram os 45 minutos iniciais e não abriram o placar por detalhes. O goleiro Arias, a falta de pontaria dos jogadores do Estudiantes e principalmente o zagueiro Rivero - que salvou uma bola em cima da linha – evitaram com que as redes do Bolívar fossem balançadas nas pelo menos cinco boas chances criadas.

A total superioridade dos argentinos na primeira etapa foi recompensada logo no quinto minuto do segundo tempo. O meia Sosa tabelou com Verón, recebeu belo passe dentro da área e tocou no canto esquerdo, na saída do goleiro Arias, que finalmente foi batido. O gol não acalmou os donos da casa, e a pressão continuou, sem que o Bolívar criasse nenhuma oportunidade de gol.

Boselli recebeu dentro da área e deixou para Sosa, que bateu forte; Arias voltou a aparecer e espalmou para escanteio, em ótima defesa. Porém, aos 32min, Boselli não perdoou. Sosa cruzou rasteiro da ponta esquerda e o atacante, livre na área, mandou para o gol. Em seguida, foi só administrar o resultado e comemorar a tranquila vitória que acabou eliminando o Bolívar - com apenas um ponto - da competição.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host