UOL Esporte Libertadores
 
25/03/2010 - 21h01

Vélez bate o Colo-Colo de virada e reassume a liderança do grupo 7

Do UOL Esporte
Em São Paulo
  • Os uruguaios do Vélez Sarsfield López e Santiago Silva deram a vitória para a equipe na Argentina

    Os uruguaios do Vélez Sarsfield López e Santiago Silva deram a vitória para a equipe na Argentina

Em um grande duelo pelo grupo 7 da Copa Libertadores, o Vélez Sarsfield impôs seu melhor futebol sobre o chileno Colo-Colo e venceu, de virada, por 2 a 1 na noite desta quinta-feira diante de sua torcida, reassumindo a liderança da chave, que desde ontem pertencia ao Cruzeiro. Os dois atacantes uruguaios da equipe vencedora garantiram o triunfo do time.

O Vélez atingiu os dez pontos na tabela, passando o Cruzeiro, que tem sete. Já o Colo-Colo, ainda com chances de classificação, estacionou nos quatro pontos, na terceira colocação da chave. A próxima partida dos líderes argentinos será justamente contra os cruzeirenses, em confronto que ocorre no Mineirão, na próxima quarta-feira.

A partida começou muito movimentada em Buenos Aires, e o Colo-Colo não se intimidou em atacar os mandantes. Logo aos sete minutos da etapa inicial, Macnelly Torres enfiou grande bola para o argentino Miralles, nas costas do zagueiro Sebá, e o atacante abriu o placar para o time chileno.

O susto fez com que o Vélez se atirasse ainda mais ao ataque, pressionando constantemente os rivais. Assim, aos 12min, Moralez deu lindo lançamento para López que, na cara do gol, não perdoou e empatou para os donos da casa.

O duelo seguia elétrico, e os gols só aumentaram as ambições das equipes. Aos 15, em grande oportunidade de ataque dos chilenos, Montoya salvou a meta argentina com a perna esquerda e evitou mais um gol do Colo-Colo.

O meia do Vélez Moralez, o melhor em campo no primeiro tempo, seguia impossível e, após grande jogada pela esquerda, cruzou na medida para Cubero, que parou apenas na brilhante defesa do goleiro Prieto. Mas, aos 28 minutos, o outro atacante uruguaio do time Santiago Silva virou o placar para o Vélez Sarsfield, ao marcar de cabeça após cobrança de falta pela direita.

Ainda antes do final do primeiro tempo, em perigosa cobrança de falta do Vélez, Prieto voou bonito para encaixar a bola e fazer boa defesa. Pontualmente aos 45 minutos, o árbitro Roberto Silvera apitou o fim da etapa inicial.

No comecinho do segundo tempo, aos 2min, López bateu firme de muito longe, e o goleiro do Colo-Colo praticou uma defesa espetacular, evitando o terceiro do Vélez. Logo no lance seguinte, os argentinos marcaram, mas o juiz invalidou o gol, alegando falta, recompensando a boa defesa do arqueiro Prieto.

O Vélez Sarsfield seguia envolvente no ataque, chegando constantemente na área chilena. Mas o Colo-Colo, quando chegava ao ataque, também levava perigo. Aos 16, Miralles apareceu livre pela direita, tocou por cobertura, mas o goleiro Montoya foi bem e evitou o empate adversário.

No lance seguinte, resposta do Vélez, em chute cruzado que passou rente à trave. Na metade da segunda etapa, lance típico de Libertadores. O goleiro do Colo-Colo Prieto se irritou com a demora do gandula, retirou a bola bruscamente das mãos do mesmo, e o empurrou. Logo na sequência, a torcida argentina não deixou o ato por menos e atirou um objeto no goleiro, que caiu no chão. A partida ficou paralisada por alguns minutos, e o jogo esfriou.

Aos 36, Prieto, o melhor do Colo-Colo em campo, voltou a se destacar em defesa em chute de longa distância dos argentinos. Ainda antes do término do jogo, Rodrigo Millar recebeu o segundo cartão amarelo e deixou os chilenos com um a menos. Santiago Silva quase aumentou, com um voleio que acabou na trave, porém, sem mais alterações no placar, a partida terminou como no primeiro tempo, com 2 a 1 de vantagem para o Vélez Sarsfield, que tentou aumentar seu saldo de gols já pensando no duelo com o Cruzeiro, mas sem sucesso.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host