UOL Esporte Libertadores
 
27/03/2010 - 10h02

Adilson pede apoio do torcedor celeste para ajudar a vencer o Vélez

Gustavo Andrade
Em Belo Horizonte
  • Adilson Batista diz que torcida fará a diferença em favor do Cruzeiro

    Adilson Batista diz que torcida fará a diferença em favor do Cruzeiro

A vitória do Vélez Sarsfield sobre o Colo-Colo, por 2 a 1, nesta quinta-feira, em Buenos Aires, deixou o Cruzeiro com maior obrigação de vitória sobre a equipe argentina para atingir a primeira colocação da chave 7 da Libertadores. Diante desse panorama, o técnico Adilson Batista reforçou, nesta sexta-feira, os pedidos para que a torcida compareça ao Mineirão na próxima quarta-feira, contra os argentinos. “Peço, encarecidamente, o apoio do torcedor. Acho que ele vai fazer a diferença”, disse.

“É um jogo muito importante, de extrema responsabilidade. É um clássico, contra um adversário tradicional, que já venceu Libertadores. É um adversário difícil, bem treinado, com bons jogadores e eu gostaria de pedir o apoio da nossa torcida, que será fundamental. Nós precisamos resultado para buscar a primeira colocação que é o nosso objetivo”, afirmou o treinador.

Com a vitória sobre o Colo-Colo, em Buenos Aires, o Vélez Sarsfield retomou a liderança do grupo 7. A equipe argentina soma dez pontos, três a mais que o Cruzeiro. Já o time chileno é o terceiro colocado com quatro pontos e o Deportivo Itália é o lanterna, com apenas um ponto.

Na próxima quarta-feira, o Cruzeiro terá confronto decisivo contra o Vélez no Mineirão. Para manter as esperanças de encerrar a primeira fase na liderança da chave, a equipe comandada por Adilson Batista precisa vencer. Caso contrário, o time mineiro será obrigado a bater o Colo-Colo fora de casa, na última rodada, em 15 de abril, e torcer para que o time argentino seja derrotado pelo Deportivo Italia em Buenos Aires.

O CRUZEIRO NO TWITTER

Pelo regulamento da Libertadores 2010, apenas os campeões de grupo e os melhores seis segundo colocados avançam ao mata-mata, totalizando 14 classificados. Isto porque San Luis e Chivas Guadalajara, do México, foram convidados a retornar à competição a partir das oitavas de final para compensar o fato de terem deixado a edição anterior devido ao conflito causado pelo surgimento da gripe A.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host