UOL Esporte Libertadores
 
31/03/2010 - 18h33

Mano faz treino ofensivo sem adversários; Chicão volta à defesa

Alexandre Sinato
Em São Paulo

FELIPE TREINA, MAS NÃO PEGA O CERRO

  • Folha Imagem

    Não será nesta quinta-feira que Felipe reassumirá sua vaga no gol do Corinthians. Embora tenha voltado a trabalhar com bola nesta tarde, o camisa 1 não foi relacionado por Mano Menezes para enfrentar o Cerro Porteño às 19h15 desta quinta, no Pacaembu, pela Libertadores. Rafael Santos será mantido como titular.

    Felipe sofreu uma lesão na coxa direita e já desfalcou a equipe no último domingo, na vitória por 4 a 3 sobre o São Paulo. Ele ficou em tratamento até a última terça-feira e nesta tarde voltou a treinar no gramado com os demais goleiros. Leia mais

Mano Menezes fez um treino diferente para uma véspera de partida. Na tarde desta quarta-feira, o comandante do Corinthians trabalhou apenas a movimentação do setor ofensivo. E com um detalhe: sem adversários. Na defesa, a novidade será o retorno de Chicão, após fazer tratamento intensivo na sola do pé direito.

Projetando um Cerro Porteño bem postado às 19h15 desta quinta-feira, no Pacaembu, pela Libertadores, Mano dedicou atenção especial ao posicionamento ofensivo. Sem usar apenas o goleiro e a dupla de zaga, ele cobrou toque de bola e movimentação.

Dentinho e Ronaldo saíram com frequência da área para fazer o pivô e abrir espaços. Já Elias e Danilo atuaram mais avançados, aproximando-se bastante dos atacantes. Elias ainda apareceu diversas vezes na cara do gol defendido por Julio Cesar. Ele é uma das principais armas ofensivas do Corinthians.

“O Cerro vai vir para marcar forte, mas também vai sair para o ataque, provavelmente com dois atacantes mais centralizados. O Cerro não será o menos forte do que foi no Paraguai, talvez seja até mais adversário. E precisamos estar preparados para isso”, disse Mano.

CORINTHIANS NO TWITTER

Enquanto o treinador dava instruções táticas para o setor ofensivo, os demais jogadores ficaram na outra metade do campo realizando um treino técnico. Entre eles estava Chicão. O zagueiro voltou a trabalhar com bola na última segunda-feira e está melhor das dores na sola do pé. Ele passou por tratamento com ondas de choque no local, assim como William na temporada passada.

O Corinthians, assim, enfrenta o Cerro Porteño com: Rafael Santos; Moacir, Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei, Elias e Danilo; Dentinho e Ronaldo.

A equipe alvinegra lidera o grupo 1 com os mesmos sete pontos do Racing, mas fez um jogo a menos que os uruguaios. Se vencer nesta quinta-feira, o Corinthians vai a dez pontos e segue isolado na primeira colocação da chave.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host