UOL Esporte Libertadores
 
Alexandre Durão/UOL

Vagner Love cai no chão e reclama de falta no empate do Fla com o Univ. do Chile

08/04/2010 - 17h56

Após virada, Fla relaxa no fim e empata com U. do Chile no Maracanã

Do UOL Esporte
No Rio de Janeiro

O Flamengo quase conseguiu uma grande virada nesta quinta-feira, no Maracanã, mas relaxou no fim. Com gol no último minuto, empatou em 2 a 2 com o Universidad do Chile e frustrou sua torcida. O resultado deixa o time carioca com sete pontos e na segunda posição do grupo 8. Os chilenos, com oito, seguem na liderança.

PRINCIPAIS LANCES

PRIMEIRO TEMPO
7min - Após cobrança de escanteio, Vagner Love se antecipa à zaga, mas cabeceia por cima do gol.
17min - Vagner Love gira bem em cima da zaga e finaliza de esquerda, à direita do goleiro.
40min - Juan cobra falta com perigo e obriga o goleiro Conde a realizar grande defesa.
43min - GOOOOLLLL DA A U. DO CHILE!!!! - Olarra cruza pela direita e Montillo aparece livre para cabecear e abrir o placar.
SEGUNDO TEMPO
16mim - Mezenga sobe no meio dos zagueiros, após cruzamento de Leonardo Moura, e cabeceia na trave direita.
22min - GOOOOLLLL DO FLAMENGO!!!! - Após confusão na área, Vagner Love ganha na força e cruza para trás. Michael emenda forte e empata.
37min - GOOOOLLLL DO FLAMENGO!!!! Após confusão com Michael na área, a bola sobra para Leonardo Moura que emenda com precisão.
46min - GOOOOLLLL DO U. DO CHILE!!!! A bola é escorada na área e Rodriguez emenda forte para empatar.

A equipe da Gávea volta a campo no domingo, quando encara o Vasco pela semifinal da Taça Rio. Na quarta-feira, é a vez de viajar ao Chile para jogar contra o Universidad Católica, novamente pela competição internacional.

Respeito

Antes de a bola rolar, um minuto de silêncio em respeito às centenas de mortos nas enchentes que ocorreram durante a semana no Rio de Janeiro. O estado sofreu com chuvas fortes e constantes desde segunda-feira e teve vários pontos de alagamento e deslizamento de terra. Até mesmo o Maracanã foi afetado. A água invadiu o estádio, encharcou o campo e inundou as instalações internas, prejudicando, sobretudo, os vestiários. Os acessos ao local também ficaram muito prejudicados, já que o Rio Maracanã transbordou e deixou em situação complicada as regiões da Tijuca e Praça da Bandeira.

Para que o jogo pudesse ser realizado na nova data (estava marcado antes para quarta-feira), um mutirão de funcionários trabalhou por cerca de 24 horas seguidas e conseguiram deixar o estádio em condições mínimas de uso. Um novo adiamento da partida chegou a ser cogitado, mas a falta de datas para ambos os times forçou a barra e uma solução emergencial foi o que restou.

O jogo

O gramado escorregadio não facilitava para os jogadores. Juan e Leonardo Moura, adeptos da velocidade, sofriam com isso e caíram algumas vezes ao tentar frear as jogadas. Apesar disso, o Flamengo tinha mais posse de bola e via em Vagner Love seu ponto central. Os visitantes, recuados, esperavam o momento certo para atacar. Puch, pela esquerda, dava muito trabalho ao tentar lances individuais.

Apesar do domínio territorial, porém, os donos da casa não eram capazes de superar o ‘ferrolho’ chileno. Vagner Love até apareceu em boas condições em duas oportunidades, para nada capaz de tirar o fôlego dos torcedores. O Universidad do Chile, além do individualismo de Puch, via no grandalhão Olivera uma válvula de escape importante.

Aos 40, Olarra derrubou Vinicius Pacheco, que entrava na área, mas o árbitro interpretou como lance normal. Tudo parecia transcorrer sem grande emoção para o intervalo, até que Olarra, o mesmo do lance anterior, cruzou e Montillo aproveitou falha de Álvaro, que parecia aparafusado ao chão, e cabeceou livre para abrir o placar, no primeiro arremate chileno ao gol de Bruno.

Virada e frustração

O FLAMENGO NO TWITTER

Precisando correr atrás do resultado, o Flamengo voltou com tudo para o segundo tempo. Pouco produtivo, Kleberson deu lugar a Bruno Mezenga, que entrou bem e criou três boas chances em 16 minutos. A pedido da torcida, Petkovic foi chamado do aquecimento para substituir Vinicius Pacheco. Os donos da casa pressionavam de forma intensa, até que Michael aproveitou jogada de Vagner Love para empatar. Explosão no Maracanã. Um pouco de alegria a um estádio ainda traumatizado pelos caos instaurado há quatro dias.

O time rubro-negro seguiu com as rédeas do jogo e aos 34 um lance polêmico irritou os torcedores. Bruno Mezenga aparou de cabeça para Vagner Love, que desviou para fora, mas foi atingido pelo goleiro Conde. A arbitragem interpretou como lance comum.

OPINIÃO DOS BLOGUEIROS DO UOL

"Preocupante. Agora foi a vez do deus dos estádios mostrar que não anda de bem com o Maracanã."
"Agora, vale uma pergunta: até que ponto esse mau resultado poderá influir psicologicamente os jogadores Flamengo no clássico contra o Vasco?"

A reclamação não abalou o Flamengo, que manteve o ritmo e ganhou um presente aos 37 minutos. Petkovic deu um lançamento primoroso para Vagner Love, que rolou para Michael. Após o corte da zaga, a bola sobrou para Leonardo Moura que emendou com força, virando o placar.

A partir daí o time da Gávea se postou mais em seu campo, trocou passes e esperava só o tempo correr. Mas vacilou e pagou por isso. Aos 46, a bola foi escorada na área e Rodriguez emendou para o gol, empatando e acabando com o projeto de festa rubro-negra.

FLAMENGO 2 x 2 UNIVERSIDAD DO CHILE

Flamengo
Bruno; Leonardo Moura, Álvaro, Ronaldo Angelim e Juan; Toró, Willians, Kleberson (Bruno Mezenga) e Michael (Maldonado); Vinicius Pacheco (Petkovic) e Vagner Love.
Técnico: Andrade

Universidad do Chile
Conde; Contreras, Victorino, Olarra e Rodriguez; Seymour, Rojas, Puch (Vargas), Montillo e Iturra; Olivera (Rivarola).
Técnico: Gerardo Pelusso

Data: 08/04/2010 (quinta-feira)
Local: Maracanã
Árbitro: Roberto Carlos Silvera (URU)
Auxiliares: Mauricio Espinosa (URU) e Carlos Pastorino (URU)
Cartões amarelos: Vinicius Pacheco, Willians e Bruno (FLA); Iturra, Rojas e Rodriguez (UCH)
Gols: Montillo, aos 43 minutos do primeiro tempo; Michael, aos 22 e Leonardo Moura, aos 37 e Rodriguez, aos 46 minutos do segundo tempo.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host