UOL Esporte Libertadores
 
12/04/2010 - 12h57

Contra o Emelec, Guiñazu completará 150 jogos pelo Inter

Daniel Cassol
Em Porto Alegre

Ídolo da torcida do Internacional desde seu primeiro jogo em agosto de 2007, pela dedicação em campo, o volante Guiñazu completará 150 partidas pelo Inter no confronto contra o Emelec nesta quarta-feira, em Guayaquil. O argentino receberá uma homenagem da direção do clube na volta a Porto Alegre.

Segundo o próprio Guiñazu, é a primeira vez que ele chega a esta marca nos sete clubes por onde passou em quase 15 anos de carreira. “Para mim é motivo de alegria e orgulho. Não tem outro time em que cheguei a 150 jogos, sempre saí antes”, afirma o jogador. Para Guiñazu, a marca é especial pelo carinho que recebe da torcida do Inter. “É uma marca importante para todo atleta, mas para mim tem um significado especial, por todo o carinho que a torcida me dá”, destaca.

Guiñazu chamou a atenção da direção do clube quando defendia o Libertad, do Paraguai, e enfrentou o Internacional na Libertadores de 2006. Contratado no ano seguinte, Guiñazu se consolidou na equipe campeã gaúcha de 2008 e 2009, e campeã da Copa Sul-Americana de 2008.

Caracterizado pela marcação forte e pela correria atrás dos adversários, Guiñazu marcou apenas quatro gols no Inter até agora. Aos 31 anos, o argentino de Córdoba ainda não pensa num eventual encerramento de carreira em sua terra natal. “Ainda nem pensei nisso, pois estou muito bem no Inter. Tenho mais tempo de contrato e espero continuar defendendo a camiseta do Inter até o final”, diz.

INTERNACIONAL NO TWITTER

O argentino não esconde o desejo de jogar pela seleção de seu país, mas admite que este é um sonho difícil de alcançar – pelo menos para a Copa do Mundo da África do Sul.

“Sempre tive este sonho e sempre vou trabalhar para isso. Mas penso primeiro em fazer meu trabalho no Inter. Vou ser um dos maiores torcedores da Argentina e tomara que ela faça um grande mundial”, completa.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host