UOL Esporte Libertadores
 
12/04/2010 - 18h09

Inter quer aproveitar má campanha do Emelec para vencer e seguir na Libertadores

Daniel Cassol
Em Porto Alegre
  • Para Guiñazu, Inter vive bom momento e pode voltar do Equador com classificação bem encaminhada

    Para Guiñazu, Inter vive bom momento e pode voltar do Equador com classificação bem encaminhada

Com nenhum ponto na Libertadores e sem chances de classificação às oitavas, o Emelec pode jogar com time misto contra o Internacional nesta quarta, priorizando o campeonato equatoriano. O Inter quer aproveitar o mau momento do adversário na Libertadores para voltar de Guayaquil com a vitória e a classificação encaminhada.

“Vamos aproveitar que o Emelec está sem chances e sair com o resultado positivo, que nos deixaria muito perto da classificação”, disse Guiñazu nesta segunda no Beira-Rio, antes do embarque da delegação colorada para Guayaquil. Mas logo em seguida o capitão emendou: “A gente não pensa muito no Emelec, se eles vão jogar com os titulares ou estão priorizando o campeonato nacional. Estamos preocupados com o nosso time, para voltar com a vitória e jogar a última partida com tranquilidade”, afirmou.

E se a ordem é pensar primeiro em si mesmo, o capitão Guiñazu tem seu diagnóstico: o Inter superou a crise e vê seu ataque melhorar “1000%”, como declarou.

“Pouco a pouco o grupo foi saindo dessa situação em que nos encontrávamos. Estamos bem melhores”, comemorou o volante, que destacou a melhoria de “1000%” do setor ofensivo, com Walter e Alecsandro. “Toamara que eles continuem assim. São grandes jogadores, assim como os outros companheiros. Mas tenho que dar os parabéns aos dois, que estão muito bem”.

Feliz com o bom momento do time, o capitão espera voltar classificado do Equador. “A minha preocupação é classificar. Faltam dois jogos e há três times quase com a mesma pontuação”, lembrou Guiñazu.

INTERNACIONAL NO TWITTER

O Internacional é líder do Grupo 5 com oito pontos, um a mais que Cerro e Deportivo Quito, que se enfrentam nesta terça na capital equatoriana. O Inter precisa da vitória contra o Emelec para encaminhar a classificação jogando em casa contra o Deportivo Quito, no dia 22. Enquanto isso, o clube se vê em meio à decisão do segundo turno do Campeonato Gaúcho, o que prepara possíveis cinco decisões até o início de maio se o Inter passar às finais do estadual. Mas Guiñazu, por enquanto, só quer falar de Libertadores. “Nossa primeira final é contra o Emelec”, finalizou.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host