UOL Esporte Libertadores
 
22/04/2010 - 23h00

Inter aponta vitória de goleada que deu classificação como modelo na Libertadores

Jeremias Wernek
Em Porto Alegre

A goleada que veio no último minuto contra o Deportivo Quito, 3 a 0, garantiu o Banfield, da Argentina nas oitavas de final. O primeiro lugar do grupo cinco também veio. De quebra, o Inter define este jogo como o exemplo para o seguimento da Libertadores.

“O time foi ordenado. Tivemos dificuldade, no primeiro tempo, de decidir entre cadenciar o jogo ou ir rápido”, analisou o técnico Jorge Fossati. “É importante que em um jogo decisivo isso aconteça”, acrescentou.

Autor do primeiro gol, logo aos três minutos, Andrezinho – empolgado, foi além. “Foi o melhor do ano, sem chance para o adversário, marcando forte. Sempre procurando o gol e mostrando equilíbrio. Isso facilitou muito. Foi o jogo mais tranquilo aqui no Beira-Rio por que deixamos ele assim”, disse o meio-campo.

Firme na defesa, o uruguaio Sorondo também rasgou elogios a equipe. “Para nós foi o melhor jogo do time. Pelos gols e funcionamento do time. Foi excelente”, comentou. “Com contundência para marcar e criando chance. Esse é o caminho a seguir”, completou o defensor.

Além de vencer, somar 12 pontos e enfrentar um adversário teoricamente mais fraco que o Cruzeiro, o Internacional fechou a primeira fase com uma defesa sólida, que levou apenas dois gols.

Pela frente, agora, o clube gaúcho tem a primeira partida da final do Campeonato Gaúcho contra o Grêmio, no domingo. A direção antecipa que somente os titulares que estiverem 100%, fisicamente, encararão o clássico. A primeira partida contra o Banfield, de Buenos Aires, é no meio da próxima semana, fora de casa.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host