UOL Esporte Libertadores
 
Rubens Cavallari/Folha Imagem

Miranda reclamou de vaias da torcida do São Paulo durante jogo contra Universitario

05/05/2010 - 12h36

"Vaias da torcida nos atrapalharam um pouco", diz Miranda

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O São Paulo enfrentou muitas dificuldades para se classificar para as quartas de final da Libertadores. Na terça-feira, a equipe só eliminou o Universitario nos pênaltis, após um empate sem gols no Morumbi. Apesar da vaga conquistada de forma sofrida, o zagueiro Miranda elogiou o desempenho do time, mas considerou injustas as vaias da torcida.

“As vaias não foram merecidas. A torcida começou a criticar e isso tende a nos prejudicar, pois os jogadores ficam mais nervosos. Isso atrapalhou um pouco”, afirmou o jogador em entrevista ao programa Jogo Aberto, da TV Bandeirantes.

Durante o segundo tempo, boa parte da torcida são-paulina pediu raça aos jogadores. Miranda não gostou da atitude. “Quando mais precisávamos de apoio, a torcida nos criticou. Nós ficamos chateados. Se o resultado fosse negativo, a torcida poderia vaiar. Ainda bem que temos um grande goleiro, que foi decisivo”, comentou.

Na decisão por pênaltis, Rogério Ceni desperdiçou sua cobrança, mas se redimiu ao defender dois chutes e ajudar o São Paulo a vencer o time peruano por 3 a 1. Nas quartas de final, o time paulista enfrenta Cruzeiro ou Nacional (URU), que fazem a partida de volta nesta quarta-feira em Montevidéu – no Mineirão, o time de Belo Horizonte ganhou por 3 a 1.

Para Miranda, o São Paulo apresentou um bom futebol na noite desta terça-feira. “Por termos criado várias oportunidades, nossa equipe teve um padrão de jogo muito bom”, completou.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host