UOL Esporte Libertadores
 
26/07/2010 - 11h02

Sóbis não conversa sobre futebol com seu padrinho Fernandão

Jeremias Wernek
Em Porto Alegre

O ataque do Inter na Copa Libertadores de 2006 foi desmantelado logo depois do torneio. Agora, Rafael Sóbis e Fernandão irão se encontrar. Em lados opostos e com interesses distintos, os amigos tem evitado manter conversas sobre as semifinais que mobilizam colorados e tricolores a partir desta semana.

“Não está tendo diálogo nenhum. Não conversamos sobre o jogo. Ele tem a vida dele lá, eu tenho a minha aqui”, comentou Sóbis, sem dar espaço para a ligação extra-profissional. “Vamos nos encontrar na quarta, mas não é um momento para muita amizade”, completou o jogador que tem como padrinho de casamento um dos principais jogadores do time adversário por uma vaga na final da Libertadores.

Rafael Sóbis garante ver Fernandão como adversário. A figura companheira de quatro anos atrás não existe mais. “Foi um cara que fez muito pelo Inter, marcou história e é meu amigo. Mas ele defende o lado dele e eu o meu. Conversamos, mas não sobre futebol”, revelou.

“Se tiver que fazer falta nele vou fazer. Ele pensa no São Paulo, que paga o salário dele, e eu no Inter”, disse Sóbis.

A lembrança de um Rafael Sóbis com cabelos maiores, focado e marcando dois gols contra o São Paulo não preocupa o atacante às vésperas do novo confronto. Não existe medo de comparações e exigências. “Não vejo isso como um peso. Foi algo bom que fiz, mas passou. Eu, como atacante, querendo vencer sempre, vou entrar para ganhar. Não tenho que pensar no que aconteceu lá”, apontou.

Inter e São Paulo começa a decidir um lugar na final da Copa Libertadores nesta quarta-feira, às 21h50min, no estádio Beira-Rio. Os ingressos para os colorados foram vendidos em um dia, pela internet. Todas as 1.200 entradas destinadas aos torcedores são-paulinos também já estão esgotadas.
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host