UOL Esporte Libertadores
 
17/08/2010 - 15h13

Dúvidas chegam antes ao treino e Tinga diz para Roth que está melhor

Jeremias Wernek
Em Porto Alegre
  • Jeremias Wernek/UOL Esporte

    Tinga e Sandro chegaram tringa minutos antes do restante da delegação do clube gaúcho ao estádio

  • Jeremias Wernek/UOL Esporte

    Índio (e) e Nei vieram no ônibus do Internacional

Sandro, Guiñazu, Tinga e Alecsandro chegaram mais cedo ao estádio Beira-Rio na tarde desta terça. Os quatro jogadores têm problemas físicos e musculares e são dúvidas para o técnico Celso Roth definir o time que encara o Chivas, na grande final da Copa Libertadores, na quarta-feira, às 21h50min.

Dentro de uma van sem nenhum identificação do Inter, o quarteto chegou uma trinta minutos antes dos companheiros. Todos os jogadores inscritos na Libertadores estão concentrados em um hotel de Porto Alegre, a 20 minutos do Beira-Rio. Sandro foi o primeiro a descer, mas quem se mostrou otimista.

Após vestir a roupa de treino, o meia encontrou o técnico Celso Roth, chegando no vestiário. “E aí, como estamos?”, perguntou o treinador. “Estou melhorando”, disse um sorridente Tinga, duas vezes.

Os quatro jogadores estiveram pela manhã no estádio, fazendo fisioterapia, mas o departamento médico aguarda a movimentação da tarde para se manifestar oficialmente sobre a situação para o jogo com os mexicanos.

Sandro tem dores musculares na coxa esquerda. Guiñazu está com o tornozelo esquerdo inchado. Tinga voltou a ter problemas na coxa direita e Alecsandro teve um desconforto na virilha ainda no primeiro tempo do jogo em Guadalajara.
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host