UOL Esporte Libertadores
 
Daniel Cassol/UOL Esporte

Aniversariante, Abbondanzieri recebeu carinho de torcedores e colegas

19/08/2010 - 05h30

Em família, Inter faz festa em churrascaria e canta 'fica, Celso Roth'

Daniel Cassol
Em Porto Alegre

Não foi nenhuma ironia com o ex-técnico Jorge Fossati. Mas a festa do Inter pelo título da Libertadores foi realizada em uma churrascaria uruguaia de Porto Alegre, tradicional ponto de comemorações esportivas. Até alta madrugada, jogadores, direção e comissão técnica confraternizaram com familiares, festejaram o aniversário de Pato Abbondanzieri e ainda cantaram “fica, Celso Roth”.

  • Daniel Cassol/UOL Esporte

    Na festa dos jogadores do Inter, D'Alessandro brincou com 'boneco' levado por um torcedor...

  • Daniel Cassol/UOL Esporte

    ...e Celso Roth foi um dos mais festejados pelos torcedores presentes na churrascaria uruguaia.

  • Daniel Cassol/UOL Esporte

    Artilheiro da equipe na Libertadores, com seis gols, Giuliano estava acompanhado de sua esposa.

No total, 14 jogadores do Inter foram ao jantar organizado em uma tradicional churrascaria uruguaia no bairro Petrópolis, em Porto Alegre. Ao passarem pelo primeiro andar, repleto de torcedores, os jogadores eram parados para fotos e autógrafos, cada um recebendo um grito diferente. Até o cantor Gabriel, o Pensador, também empresário de futebol, virou “ídolo” dos colorados por um instante.

No segundo andar, o espaço reservado para 200 pessoas teve um clima familiar e de descontração. Pato Abbondanzieri, que faz 38 anos nesta quinta-feira, exercitava o lado criança e se divertia jogando pedaços de pão em Guiñazu. Já o atacante Alecsandro comandava os gritos de guerra dos jogadores.

“Fica, Celso Roth”, foi um deles. Ironia da torcida do Inter quando Roth treinava o Grêmio, o canto virou homenagem ao comandante do título da Libertadores. “Vindo dos jogadores, tem um gosto especial”, disse o treinador.

Estiveram na festa Índio, Fabiano Eller, Taison, Giuliano, Abbondanzieri, Guiñazu, D’Alessandro, Alecsandro, Kleber, Ronaldo Conceição, Andrezinho, Bruno Silva, Sandro e Renan. O diretor de futebol, Fernando Carvalho, também foi saudado pelos jogadores. E o brinde do título foi comandado pelo diretor-executivo, Newton Drummond.

D’Alessandro, um dos destaques do Inter na competição, virou alvo de brincadeiras dos companheiros quando um torcedor apareceu com um modelo do próprio jogador, usado em uma campanha de marketing do clube. “Onde tu roubou isso?”, perguntou D’Alessandro. Solícito, o jogador posou para fotos e ainda procurou uma caneta esferográfica para autografar a peça.

Os primeiros jogadores começaram a deixar o restaurante por volta das 4h30, mas ainda era grande o movimento. Horas antes, o Internacional havia conquistado o bicampeonato da Libertadores, com uma vitória de 3 a 2 sobre o Chivas, no Beira-Rio.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host