UOL Esporte Libertadores
 
19/08/2010 - 01h34

Investidor fala em proposta por D'Alessandro e Kleber, mas quer ajudar Inter

Marinho Saldanha
Em Porto Alegre

Velho parceiro do Internacional, o empresário Delcyr Sonda, majoritário no grupo de investidores que leva seu sobrenome, esteve no Beira-Rio assistindo a final da Libertadores. Emocionado com a conquista do título, o empresário revelou propostas pelos seus principais jogadores que estão no Inter. D'Alessandro e Kleber estarão em pauta em um almoço entre Sonda e Fernando Carvalho, marcado para sexta-feira.

"É uma emoção muito grande. Mais do que um investidor no Internacional, sou parceiro do clube. Que investidor faria o que eu faço? Eu praticamente tirei o Kleber do Santos e trouxe para o Inter, e é um jogador de seleção brasileira. O D'Alessandro eu investi sete milhões de euros porque ele era muito valorizado. Há propostas por os dois, vamos sentar para conversar na sexta-feira, vou almoçar com Fernando Carvalho", disse o empresário à Rádio Gaúcha.

O grupo de investidores Sonda possui 50% dos direitos de D'Alessandro e 100% dos direitos de Kleber.

"É hora de conversar, acho que o Internacional deveria fazer um esforço ainda maior. Acho que é hora de pensar nisso porque vamos a Abu Dhabi. É algo importantíssimo para nós. Volto a dizer que há propostas, só não posso revelar se são de fora", explicou Delcyr.

O presidente do Internacional, Vitório Pífero, se mostrou inclinado a buscar a permanência de ambos os jogadores para a disputa do Mundial de Clubes, em dezembro. Porém, não está descartada as saídas.

"A cada venda, reforçamos o plantel. Vendemos o Sandro trouxemos Tinga, Sóbis e Renan. Não tem nenhuma proposta concreta, apenas sondagem. Nossa intenção é nos mantermos fortes para em Abu Dhabi trazemos mais um caneco", disse o mandatário.

Pensando em suprir uma possível saída de Kleber, o Internacional já contratou um novo lateral-esquerdo. Leonardo, com passagens por Portuguesa,q ue esteve no futebol grego, estreou contra o Fluminense e faz parte do elenco. Contudo, para a vaga de D'Alessandro não há opções no plantel.

"Eu penso em estar no Mundial. Não tem como não pensar porque é o maio campeonato de clubes, e um torneio que ainda não joguei. Conquistamos o nosso objetivo que era a taça, agora vamos para outro título. Eu não analiso nenhuma proposta, trabalho com um procurador que é responsável por isso. A gente sempre tem possibilidades, vocês sabem disso, mas eu não penso nisso. Penso somente no Inter e quero jogar o Mundial. De qualquer forma, se existir alguma coisa vamos falar com a direção", disse D'Alessandro em entrevista coletiva.

O Internacional venceu o Chivas, de virada, por 3 a 2, nesta quarta-feira e conquistou o segundo título da Libertadores de sua história. Igual ao arquirrival Grêmio em títulos do torneio continental, a meta passa a ser ultrapassar o rival conquistando o Mundial. O Grêmio tem duas Libertadores, mas perdeu para o Ajax, da Holanda, em 1995 e acabou vice do mundo.

 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host