UOL Esporte Libertadores
 
19/08/2010 - 01h07

Provocações e invasão de torcedores 'pedintes' ditam tom de festa do Inter

Marinho Saldanha
Em Porto Alegre
  • Jogadores do Inter provocaram os oponentes por briga na final da partida cantando pode chorar

    Jogadores do Inter provocaram os oponentes por briga na final da partida cantando "pode chorar"

A festa dos jogadores do Internacional no gramado do Beira Rio após o título da Libertadores foi caracterizada pelas provocações e a invasão de torcedores. Enquanto cerca de 600 jornalistas tentavam ouvir, fotografar e filmar os atletas, aficionados do Inter pediam material esportivo a todos. Na hora de subir no palco para receber o troféu, os jogadores do Inter provocaram os atletas do Chivas, reflexo da confusão no final do jogo.

Ao término da partida, Araujo, do Chivas brigou com os jogadores do Inter e isso se refletiu na comemoração. Com o palco montado para a entrega dos prêmios, os atletas do Chivas iam receber as medalhas de segundo lugar. Com muitos seguranças, para evitar mais conflito com colorados, os atletas subiam cabisbaixos na estrutura montada para premiação. Observando os oponentes, os jogadores do Inter cantavam o refrão de um samba que diz "pode chorar", direcionado aos adversários. Bautista e Araujo ainda foram xingados pelos jogadores do Inter quando deixavam o palco.

Após este momento de provocação, os atletas do Internacional foram agraciados com as medalhas e o capitão Bolívar ergueu o troféu da Libertadores.

Quando a imprensa foi autorizada a entrar no campo, alguns torcedores invadiram conseguiram driblar a segurança e também entraram. Estes, pediam material esportivo para todos os atletas que encontravam, deixando constrangidos os jogadores do Inter.

"Não vou dar agora, preciso da camisa para subir no palco", disse Rafael Sóbis a três torcedores insistentes. Pato Abbondanzieri foi abordado por outro torcedor 'pedinte'. "O Renan me deu uma luva, me dá a outra", dizia. Com a negativa do argentino, houve reclamação, mas foi rapidamente abafada pela festa.

Com a vitória de virada sobre o Chivas por 3 a 2 o Internacional é bicampeão da Libertadores da América e iguala o feito do arquirrival, Grêmio. Classificado antecipadamente para o Mundial de Clubes, o Inter também se garantiu na Recopa e na Libertadores do próximo ano.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host