UOL Esporte Libertadores
 
Rubens Cavallari/Folhapress

Pela primeira vez, Corinthians passa por um mata-mata para chegar à fase de grupo

26/01/2011 - 07h00

Contra o Tolima, Corinthians abre sua 9ª Libertadores em mata-mata inédito

Carlos Padeiro
Em São Paulo

Torneio que virou obsessão no Parque São Jorge, a Copa Libertadores começa na noite desta quarta-feira de uma forma inédita para os corintianos. Pela primeira vez em nove participações, o clube alvinegro disputará um mata-mata para ingressar na fase de grupos.

O adversário é o Deportes Tolima, atual vice-campeão colombiano. A partida de ida será realizada no Pacaembu, às 22h. A volta acontece no dia 2 de fevereiro, na cidade de Ibagué, também às 22h. O vencedor garante vaga na chave 7, ao lado de Cruzeiro, Estudiantes (ARG) e Guaraní (PAR).

Ficar fora do estágio de grupos seria o maior vexame da história do Corinthians na Libertadores. Por isso, o sinal de alerta está ligado, principalmente após dois tropeços no Campeonato Paulista – empates por 1 a 1 com Bragantino e Noroeste.

“Pressão no Corinthians sempre vai existir, ainda mais por ser Libertadores. Aqui é assim, será a primeira decisão do ano. É cedo, mas sabíamos disso desde que acabou o Brasileiro”, comentou o goleiro Júlio César, que pela primeira vez começa o torneio continental como titular.

AS CAMPANHAS DO CORINTHIANS

1977 Eliminado na fase de grupos
1991, 2003, 2006 e 2010 Eliminado nas oitavas de final
1996 e 1999 Eliminado nas quartas de final
2000 Eliminado nas semifinais

A pior campanha do time paulista na mais badalada competição interclubes da América ocorreu em 1977, quando a equipe, que posteriormente sairia da fila de 23 anos sem títulos, não passou da primeira fase. Nas outras sete participações, os corintianos chegaram ao estágio de mata-mata e o máximo que atingiram foram as semifinais, em 2000.

Em 2011, o confronto eliminatório surge logo de cara. Por ter finalizado o último Brasileirão em terceiro, os comandados de Tite encaram a Pré-Libertadores, como popularmente ficou conhecida a atual primeira fase do torneio.

“Está sendo o inverso, e vamos começar com o mata-mata. O lado positivo é passar e já estar no espírito da competição. Se conseguirmos ganhar, estaremos mais no clima do que outros times”, apontou Júlio César.

Não levar gol em casa é importante, já que é um dos critérios de desempate. “É um jogo com caráter decisivo de 180 minutos, e buscar uma boa vantagem em casa é fundamental”, observou Tite.

Já os colombianos desembarcaram na capital paulista com uma postura respeitosa ao Corinthians e aos astros Ronaldo e Roberto Carlos.

“O Ronaldo está gordito, mas é um grande jogador”, disse o atacante Medina, segundo o jornal Marca.BR. “Ele tem um grande respeito meu. Desde criança sempre assisti aos seus gols, dribles. Eu digo gordinho de forma figurada, de cheio de alegria”, completou o principal nome do Tolima.

CORINTHIANS X DEPORTES TOLIMA (COL)

Data: 26/01/2011, quarta-feira
Horário: às 22h (de Brasília)
Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo
Transmissão na TV: Globo, Bandsports, Sportv
Árbitro: Enrique Osses (Chile)
Auxiliares: Patricio Basualto e Sergio Román (ambos do Chile)

CORINTHIANS
Júlio César; Alessandro, Chicão, Leandro Castan e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei e Bruno César; Jorge Henrique, Ronaldo e Dentinho
Técnico: Tite

DEP. TOLIMA
Anthony Silva; Gerardo Vallejo, Yair Arrechea, Julián Hurtado e Félix Noguera; Gustavo Bolívar, Diego Chará e Jhon Hurtado; Rafael Castillo, Elkin Murillo e Wilder Medina
Técnico: Hernán Torres

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host