Topo

Libertadores - 2019


Neymar contraria discurso de santistas e 'perdoa' árbitro desafeto: "já passou"

Neymar não vê problemas na escolha de Sandro Meira Ricci para o duelo Inter e Santos - Fernando Pilatos/UOL
Neymar não vê problemas na escolha de Sandro Meira Ricci para o duelo Inter e Santos Imagem: Fernando Pilatos/UOL

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

03/04/2012 15h34

O árbitro Sandro Meira Ricci, que apita o duelo entre Internacional e Santos nesta quarta-feira, em Porto Alegre, em jogo válido pela penúltima rodada do grupo 1 da Copa Libertadores da América, foi o principal assunto no embarque da delegação santista. Muricy Ramalho e jogadores reclamam da escolha do juiz devido a um processo movido por ele contra o atacante Neymar, obrigado a pagar uma indenização de R$ 15 mil por chamar o juiz de ‘ladrão’ em sua conta no Twitter.

No entanto, Neymar preferiu amenizar a polêmica com o árbitro, contrariou as criticas de Muricy Ramalho e jogadores, e tratou o assunto como superado.

“Não tem nada, não. Tranquilo. Vou fazer o meu trabalho só. Ele vai fazer o trabalho dele. Não vejo problema nenhum, ele está indo para fazer o trabalho dele correto. Não tenho nada contra ele, já passou, já foi. Espero que possa fazer uma ótima partida”, afirmou Neymar.

Enquanto Neymar ameniza a polêmica com o árbitro, os jogadores alimentavam as criticas. O capitão Edu Dracena, por exemplo, considera a escolha de Ricci um risco desnecessário para o jogo.

“Esperamos que ele possa fazer uma boa arbitragem, até porque estão correndo um risco desnecessário de colocá-lo, sendo que teve problema com um jogador. Esperamos que possa apitar bem para os dois lados, pois é um jogo decisivo. Na hora de tirar para escolher o campo vamos sentir a maneira como está”, disse Dracena.

Após criticar o desempenho do árbitro no jogo entre Santos e Vitória – partida que gerou o processo judicial – Neymar reencontrou Ricci em partida contra o Atlético-GO, pela 16ª rodada do último Campeonato Brasileiro do ano passado. Na ocasião, o juiz aplicou um cartão amarelo em Neymar por simulação de pênalti. O atacante voltou a criticar o árbitro, afirmando que a derrota por 2 a 0 era "mérito do juiz”.