River se beneficia com regulamento e garante vaga antecipada no Mundial

Do UOL, em São Paulo

O River Plate não jogou nesta quarta-feira, precisa passar pelo Tigres para ser campeão da Libertadores, mas já está na próxima edição do Mundial de Clubes. Beneficiado pelo regulamento, que prevê vaga a um time Sul-Americano, e pela eliminação do Internacional, os argentinos comemoraram a vaga mesmo sem jogar. 

O time mexicano fez 3 a 1 no Inter. Com isso, se confirmou como terceira equipe de seu país a decidir a Libertadores. Antes, Cruz Azul decidiu contra o Boca Juniors em 2001 e ficou com o vice-campeonato, e o Chivas foi finalista ironicamente com o Internacional em 2010, e também perdeu. 
 
Sem brasileiros na final da Libertadores, uma marca negativa ao futebol nacional é atingida. Desde 1991 que por dois anos seguidos nenhum clube nacional chegava à final. 
 
O River Plate, que na terça-feira eliminou o Guarani-PAR, garantiu presença no Mundial pois os mexicanos são considerados 'convidados' na Libertadores. Não podem sequer decidir o torneio em casa. Ou seja, mesmo com a pior campanha da primeira fase, os argentinos terão o jogo derradeiro no Monumental de Nuñes. 
 
Para ir ao Mundial, os mexicanos participam da Liga dos Campeões da Concacaf. No formato atual da competição, apenas times do país venceram. O atual campeão é o América do México. 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos