Conmebol dobra prêmio na Libertadores; times receberão R$ 2,7 mi por jogo

Do UOL, em São Paulo

  • Guilherme Palenzuela/UOL

    São Paulo é o primeiro brasileiro a entrar em campo na Libertadores

    São Paulo é o primeiro brasileiro a entrar em campo na Libertadores

A Conmebol comunicou nesta quarta-feira que dobrará a bonificação aos clubes na fase de grupos da Libertadores. Anteriormente, cada time recebia US$ 300 mil por partida na etapa classificatória. A premiação agora será de US$ 600 mil (R$ 2,7 milhões).

Além disso, a entidade que regulamenta o futebol sul-americano anunciou que eliminou a cobrança de 10% da arrecadação bruta de cada partida, ficando para os clubes a totalidade do arrecadado com venda de ingressos em seu estádio.

Acumulando os valores da primeira fase, o time campeão da Libertadores embolsará em premiações US$ 3 milhões (pouco menos de R$ 12 milhões).

A medida foi adotada após pedido dos clubes cabeças-de-chave da Libertadores deste ano, que consideravam deficitária a participação no principal torneio da América do Sul.

Auditoria

A entidade também anunciou a contratação da Deloitte para fazer auditoria, consultoria, assessoria financeira, administração de riscos e serviços fiscais para a Conmebol. A entidade ainda informou que serão auditadas as contas dos últimos cinco anos e a atual gestão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos