Grêmio faz mutirão por inscrição na Libertadores e mira reforço estrangeiro

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Matilde Campodonico/AP

    Miller Bolanos, do Emelec, é novo alvo do Grêmio para Libertadores deste ano

    Miller Bolanos, do Emelec, é novo alvo do Grêmio para Libertadores deste ano

A lista de inscritos na primeira fase da Libertadores tira o sono dos diretores do Grêmio. A relação precisa ser entregue dois dias antes da estreia. Com objetivo de contratar mais um jogador, e de fora do país, um mutirão interno está sendo organizado para que o reforço, se chegar, possa disputar as partidas da fase de grupos da competição continental. 

"Depende de onde vem, qual a nacionalidade (de um reforço para ser inscrito)... A grosso modo temos isso até 48 horas antes da partida. Se está no Brasil, o tempo de legalização dele é mais rápido, de fora, mais complexo. Mas independentemente disso, o Grêmio tem equipes mobilizadas para fazer isso, temos uma equipe acostumada a fazer isso, mas vai variar muito se vier um jogador, de sua nacionalidade, origem e condições contratuais", explicou o diretor executivo de futebol, Rui Costa. 
 
O primeiro nome desejado era o venezuelano Josef Martinez. No entanto, o pedido do Torino para liberação do atleta vetou a contratação por empréstimo, que era o objetivo gaúcho. 
 
"Admitimos que chegamos a conversar (sobre Martinez), mas temos prazos e projeto, propostas claras. Quando estas não são acolhidas, ou vão demorar mais que podemos admitir, passa a não ser interessante. Ele tem muita qualidade, é jovem, mas eu diria que está absolutamente descartado em função do que eu disse. Não existe mais nenhuma possibilidade neste momento", avaliou Rui. 
 
Agora, o alvo passa a ser Miller Bolaños. O equatoriano que defende o Emelec, contudo, também não tem situação fácil na avaliação gremista. A disputa com o mercado chinês barrou a investida, segundo os cartolas do clube. 
 
Outro ponto que atrapalha o Tricolor é o feriado de Carnaval. Qualquer movimentação da CBF só poderá acontecer a partir de quarta-feira, quando restarão apenas mais dois dias úteis até dia 15. 
 
Caso opte por inscrever o jogador um dia depois, ou seja, na véspera da estreia, o Grêmio precisará pagar uma multa de US$ 100 mil. Precisará, para isso, ter garantia que conseguirá vencer o prazo. 
 
Na primeira rodada da fase de grupos da Libertadores, o Grêmio enfrenta o Toluca, dia 17, no México. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos