São Paulo decide Libertadores em jogo que vale paz e pelo menos R$ 7 mi

Guilherme Palenzuela

Do UOL, em São Paulo

O São Paulo decide nesta quarta-feira (10) contra o Cesar Vallejo, do Peru, às 21h45, qual clube avançará à fase de grupos da Copa Libertadores. A vitória no confronto vale a paz para o clube no primeiro semestre de 2016 por evitar uma eliminação precoce – como a do rival Corinthians para o Tolima, em 2011 –, mas também significa a entrada de pelo menos 7 milhões nos cofres do clube. A decisão acontece no estádio do Pacaembu.

A Conmebol anunciou em dezembro de 2015 o aumento das premiações na Libertadores por pressão dos clubes brasileiros. Pela disputa desta primeira fase contra os peruanos, o São Paulo receberá 400 mil dólares (R$ 1,55 milhão). Na fase de grupos, cada clube participante receberá 1,8 milhão de dólares (R$ 7 milhões) – são 600 mil dólares (R$ 2,3 milhão) para cada jogo como mandante.

Ou seja, a vitória amanhã vale R$ 7 milhões para o São Paulo só em premiações da Conmebol, sem contar o que o clube pode receber em bilheteria das três partidas como mandante.

Se passar, o São Paulo entrará no Grupo 1, e enfrentará o The Strongest, da Bolívia, no Pacaembu, e Trujillanos, da Venezuela, e River Plate, da Argentina, no Morumbi – a casa são-paulina passa por reformas no gramado e, por isso, o clube inicia a temporada no Pacaembu. Segundo a diretoria do São Paulo, é impossível estimar um valor de perspectiva de renda total para os três jogos da fase de grupos, pois o cálculo depende da quantidade de meia entrada e ingressos gratuitos por lei.

Em 2015, o São Paulo teve R$ 5,7 milhões de renda total com os três jogos na fase de grupos. As condições, no entanto, foram diferentes. Ingressos a preços muito altos fizeram com apenas 16 mil torcedores apoiassem o time contra o Danúbio, no primeiro jogo como mandante. Ainda no grupo, o São Paulo decidiu a classificação contra o rival Corinthians, com casa lotada e renda de R$ 3,1 milhões só nessa partida. Diferentemente de 2016, também, a equipe jogou os três jogos no Morumbi.

O São Paulo foi superior no primeiro jogo do confronto contra o Cesar Vallejo, no Peru, mas não conseguiu transferir o bom desempenho para o placar. A partida acabou com empate por 1 a 1 graças ao estreante argentino Jonathan Calleri, que salvou o São Paulo da derrota – no primeiro tempo, Alan Kardec marcou gol legal que não foi validado pela arbitragem. Agora, o São Paulo pode empatar por 0 a 0 ou vencer por qualquer placar nesta quarta-feira que estará classificado.

Para o jogo, o time terá o desfalque do zagueiro Breno, que teve constatada uma tendinite no joelho direito – que passou por artroscopia em novembro de 2015. No lugar dele, o técnico Edgardo Bauza escalará o jovem Lucão. No ataque, os dois gols de Jonathan Calleri contra o Água Santa, no último sábado, não lhe renderam a vaga de titular. Novamente o treinador argentino iniciará a partida com Alan Kardec. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos