Toluca tem técnico acusado de ameaças e goleador que quase parou no Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • MEXSPORT

    Enrique Triverio comemora gol marcado pelo Toluca, e quase parou no Grêmio

    Enrique Triverio comemora gol marcado pelo Toluca, e quase parou no Grêmio

O adversário do Grêmio nesta quarta-feira tem em dois pilares em sua formação. O técnico José Saturnino Cardozo, ex-centroavante do Paraguai que disputou duas Copas do Mundo, e o atacante Triverio. Ambos com detalhes curiosos em suas trajetórias. O primeiro foi acusado de arquitetar ameaças de morte contra o técnico Tuca Ferreti, que atualmente comanda o Tigres. O outro quase parou no Grêmio no começo deste ano. 

Cardozo era treinado por Tuca, que é brasileiro e tem por características um certo 'descontrole', e não gostava da conduta do treinador. Tanto que no fim dos anos 1990 virou desafeto declarado de Ferreti. Na mesma época, o treinador passou a receber ameaças de morte feitas por um grupo de torcedores. 
 
Pela coincidência de épocas, Tuca acreditou que as ameaças eram arquitetadas por Cardozo e processou o jogador. Pediu, ainda, imediatamente para deixar o comando técnico do Toluca. Mais de dez anos depois, já com Cardozo como técnico, ambos se enfrentaram. E o ex-atacante se negou a cumprimentar o rival. "Só cumprimentos meus amigos", disse.
 
Como jogador, José Saturnino Cardozo, que disputou as Copas do Mundo de 1998 e 2002 pelo Paraguai, foi um dos maiores goleadores históricos do Toluca. Ainda jogou em clubes de Suíça, Paraguai, Chile e Argentina. Costuma, agora, montar suas equipes ofensivamente. Treina o adversário do Grêmio desde 2013 e tem um atacante que quase parou no Tricolor como principal artilheiro. 
 
Enrique Luis Triverio, de 27 anos, por sua vez, só não virou jogador do Grêmio por conta da alta pedida do Toluca. Foi oferecido por um grupo de empresários no começo deste ano. A negociação, contudo, não avançou. Depois de muito observar o mercado, o time gaúcho acertou-se com Henrique Almeida e Miller Bolaños. 
 
Desde o meio de 2015 no Toluca, Triverio aponta nesta temporada com 15 gols em 23 jogos. Só neste ano são 13 jogos e 9 gols. Mas nem assim tem feito o suficiente para evitar a má campanha dos mexicanos no nacional. A equipe ocupa a parte inferior da tabela de classificação e busca na Libertadores reverter o quadro de pressão que já se apresenta. 
 
No elenco do Toluca, ainda, o paraguaio Paulo César da Silva Barrios, que disputou as Copas do Mundo de 2006 e 2010 pela seleção charrúa. Na primeira seria colega de Cardozo, mas o centroavante acabou se machucando. 
 
Além deles, o colombiano Montaño, com passagens por clubes da França e o argentino Lucas Lobos, eleito por duas vezes o melhor jogador do futebol mexicano, mas já veterano com 34 anos. 
 
O duelo está marcado para quarta-feira à meia-noite e vale pela primeira rodada da fase de grupos da Libertadores. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos