Rival do Grêmio tem Dida cover e 'legião de refugos' do futebol brasileiro

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Bia Figueiredo/vasco.com.br

    Carlos Tenório é um dos jogadores da LDU que passou pelo futebol brasileiro

    Carlos Tenório é um dos jogadores da LDU que passou pelo futebol brasileiro

Em busca de recuperação na Libertadores, o Grêmio encara a LDU nesta quarta-feira (2) na Arena. Ao contrário do time gaúcho, os equatorianos venceram na estreia. Mas isso não significa paz. Em último lugar no Campeonato Equatoriano, o time aposta em Alexander 'Dida' Dominguez no gol, no meia Diego Morales, ex-jogador do Náutico, e no veterano Carlos Tenório, conhecido como 'Demolidor', de passagem pelo Vasco. A lista de ex-jogadores do futebol brasileiro ainda tem Luís Bolaños, com passagens por Internacional e Santos. 

A escalação do técnico Claudio Borghi começa por um nome tradicional na Liga: Alexander 'Dida' Dominguez. O goleiro cujo apelido se deve a semelhança física ao brasileiro e à capacidade de defender pênaltis está no clube há 10 anos. Com 28 anos, o goleiro chegou a ficar 20 jogos sem sofrer gols por lá e tem histórico de convocações para seleção. Jogou, por exemplo, a última Copa do Mundo. 
 

Criticados no Brasil, mas ídolos no Equador

Entre os que passaram pelo Brasil, Tenório é o que tem mais idolatria no Equador. Não apenas pelo desempenho pela LDU, mas pela seleção. Esteve nas Copas do Mundo de 2002 e 2006 e hoje aos 36 anos voltou ao time que o lançou para encerrar a carreira. 
 
No Vasco, Tenório logo caiu nas graças da torcida. Fez bonitos gols mas quando iria engrenar, rompeu o tendão de Aquiles, que reduziu o número de jogos. Acabou recebendo uma proposta e assinou com o Bolívar, da Bolívia. Pelo clube carioca ele disputou 17 partidas e marcou cinco gols. E a saída do Cruzmaltino foi conturbada, já que ele entrou na Justiça para cobrar salários atrasados do clube brasileiro, com quem foi rebaixado para Série B. Até agora, jogou apenas 33 minutos pela LDU e não tem escalação provável contra o Grêmio. 
 
Ainda no ataque, Luís Bolaños é bem conhecido do futebol gaúcho. O atacante de 30 anos passou pelo Internacional em 2009. No mesmo ano defendeu o Santos. Não deixou boas lembranças. A expectativa das arrancadas em velocidade e da habilidade, mostradas na primeira passagem na LDU, foi frustrada. Em seguida rodou por uma série de clubes e voltou, a exemplo de Tenório, para concluir a carreira no clube que o revelou. 
 

Herói improvável

Contra o San Lorenzo, os dois gols da LDU saíram dos pés de outro jogador com passagem pelo futebol brasileiro: Diego Morales. O argentino de 29 anos defendeu o Náutico no ano passado. Mas não conseguiu mostrar o melhor futebol. Os dois golaços diante do San Lorenzo soaram estranhos a quem acompanhou ele por 17 jogos sem marcar gol algum. 
 
A última partida na Libertadores foi boa, com vitória e liderança do grupo. Mas no equatoriano, uma derrota inesperada para o Fuerza Amarilla, e caiu para lanterna na competição. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos