Tite diz que Corinthians não é pragmático e vê erros com naturalidade

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

Foi uma partida dura para o Corinthians conseguir criar contra um Santa Fe-COL competitivo em Itaquera. Apesar disso, a vitória por 1 a 0 nesta quarta-feira manteve 100% na Copa Libertadores, graças ao gol de Guilherme. Ao fim do jogo, Tite tratou a respeito das dificuldades.

Em primeiro momento, foi questionado se o Corinthians era um time pragmático, por ter vencido novamente por 1 a 0 na competição. Depois, quando Guilherme foi perguntado sobre erros de passes, Tite saiu em defesa. 

"Pragmático não é o termo para esse time. O que vi foi um jogo muito difícil, uma equipe que foi campeã sul-americana com um grau de competitividade muito alto. Libertadores requer adaptação para critérios, porque muito contato físico não dá. A orientação que passamos foi que se tiver uma suposta falta, segue. A finalização e domínio mais precisos, isso faltou", comentou. 

"Uma equipe em formação é impossível ter coordenação de movimentos de forma natural. O time está jogando junto há dois ou três jogos. Seria um time que vinha da lua (se fosse perfeito). É a criação no local mais difícil do campo. Que continuem tentando. Só iam vencer com triangulações e infiltrações", defendeu Tite. 

O treinador também fez comentários sobre Guilherme e o gol de cabeça. Depois de marcar, o jogador procurou Tite para comemorar. 

"A responsabilidade, a adrenalina é muito forte por ser de clube grande. Eu tento equilibrar com um pouco de alegria, senão é difícil trabalhar. O Guilherme errou um cabeceio (em outro jogo recente). Eu peguei no treinamento e 'cabeceia, vai treinar'. Ele olhou assim, eu disse 'daqui a pouco, quando você fizer, vou ficar gratificado e tu mais ainda. Ele veio (comemorar) batendo na testa porque teve essa conclusão", riu o treinador, com elogios ao jogador. 
 
"O Danilo, o Guilherme, o Rodriguinho, o Elias e Giovanni têm essa facilidade. São ambidestros. Se abrir no pé esquerdo, eles vão dar (passe). Leva grande vantagem. Uma bola dessas, daqui a pouco vão deixar alguém batido. (...) Acerto e erro é inevitável, é assim que se constrói". 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos