Robinho agradece Prass e diz que jogadores quiseram recuar no segundo tempo

Do UOL, em São Paulo

Robinho cometeu o pênalti que poderia ter deixado o Palmeiras sem a vitória nesta quinta (3), contra o Rosario Central, mas agradeceu Fernando Prass pela defesa que deu os três pontos à equipe. O jogador ainda ressaltou que os jogadores do Palmeiras quiseram recuar no segundo tempo para defender o resultado e comemorou o fim "da zica" com o primeiro triunfo na Libertadores.

"A vitória dá uma confiança grande, mas temos que melhorar. A zica saiu, sofremos e ganhamos hoje. Libertadores é sufoco. O time vem bem treinado, praticamente perfeito e veio a vitória", comentou ao Fox Sports.

"Eu fiquei chateado é difícil fazer o pênalti em uma situação assim. Na minha visão não foi. O juiz deu, eu acho que compensou uma bola que foi na mão do Gabriel, mas eu confio no meu goleiro e ele mostrou por que é melhor goleiro do Brasil", avaliou. 

O jogador ainda disse que Marcelo Oliveira pediu para que o time fosse para cima no segundo tempo, mas que os jogadores preferiram recuar, enquanto o jogo estava 1 a 0 para o Palmeiras. "Quando a gente fez um a zero a gente quis recuar. A gente precisava da vitória, mas precisa segurar o resultado. É complicado, sufoco, os caras vinham em cima e mais uma vez o Prass segurou o jogo e depois o Allione completou o resultado. Aquele momento é sufoco e seguramos mesmo. O importante é que a vitória veio", analisou o jogador. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos