Histórico de Robinho contra o Chile anima Atlético-MG contra o Colo-Colo

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • AP

    Robinho comemora com Neymar o último dos nove gols que marcou contra o Chile

    Robinho comemora com Neymar o último dos nove gols que marcou contra o Chile

Grande reforço do Atlético-MG para a temporada 2016, Robinho vai ser titular no jogo com o Colo-Colo, nesta quinta-feira, pela terceira rodada do grupo 5 da Copa Libertadores. Ainda em busca de seu melhor ritmo, após jogar muito pouco nos últimos meses, a presença do atacante na partida em Santiago tem um peso diferente. Robinho é o maior carrasco brasileiro em jogos contra o Chile.

As estatísticas são considerando apenas os confrontos entre seleções. Nem mesmo Pelé marcou tantos gols no Chile como marcou Robinho em jogos pela seleção brasileira contra o Chile. O camisa 7 do Atlético enfrentou os chilenos em oito oportunidades e anotou nove gols, um a mais do que o Rei do futebol. Recorde estabelecido em 2013, em amistoso realizado no Canadá.

Respeito visto por meio do tratamento dado pela imprensa chilena ao desempenho de Robinho no último jogo. O jornal El Gráfico destacou os três gols do atacante diante do Tombense, tanto na versão imprensa como na digital a manchete foi "Mete medo". E o Chile foi uma das vítimas de Robinho nas vezes em que marcou três vezes na mesma partida. Em 2007, pela Copa América, o atacante marcou todos os gols no triunfo do Brasil sobre o Chile, por 3 a 0, ainda pela primeira fase.

Goleiro titular do Chile há quase uma década, Cláudio Bravo foi quem mais sofreu com o brasileiro. O arqueiro do Barcelona levou oito dos nove gols que Robinho marcou em cima do Chile. Mas o assunto agora é Atlético contra Colo-Colo. O atacante espera uma partida complicada, mas afirma que o time mineiro está preparado para retornar de Santiago com mais uma vitória na Libertadores.

"Espero aguentar jogar os 90 bem, movimentar bastante. Enfim, a gente sabe que vai ser um jogo muito difícil, fora de casa, mas Libertadores não tem jogo fácil. Eles impõem uma força física muito grande, mas nosso time está preparado. Sabemos das dificuldades que vamos encontrar, mas vamos para buscar a vitória".

Sem a pressão pelos primeiros gols pelo Atlético, o técnico Diego Aguirre acredita que o atacante vai estar ainda mais solto em campo diante do Colo-Colo. Pior para os chilenos, que já sofreram bastante pelos pés de Robinho.

"Por mais que um jogador da qualidade do Robinho esteja acostumado a jogar com pressão, atuou em grandes times, é normal sentir a pressão pelo primeiro gol. Mas estava precisando fazer isso que aconteceu, no mínimo um gol, mas ele fez logo três. Robinho está melhorando, pegando mais ritmo de jogo, pois faziam muito tempo que não tinha uma continuidade. Nosso trabalho é fazer muitas coisas para ajudá-lo. Ele está começando a ir bem e vai ser um jogador fundamental para a equipe", completou o confiante Diego Aguirre.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos