Palmeiras reencontra o Nacional-URU com meio time diferente e missão de paz

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / Nelson ALMEIDA

    Allione e Dudu comemoram gol marcado na vitória por 2 a 0 sobre o Rosario Central

    Allione e Dudu comemoram gol marcado na vitória por 2 a 0 sobre o Rosario Central

Manter a liderança do grupo na Libertadores e retomar a paz para trabalhar. O Palmeiras entrará em campo para enfrentar o Nacional-URU na noite desta quarta-feira, às 21h45, no Allianz Parque, com esses objetivos. 

Para isso, o time precisa vencer o time uruguaio 45 dias depois de enfrentá-lo em um amistoso na pré-temporada. Na comparação com a equipe que entrou em campo no dia 23 de janeiro, em Montevidéu, o Palmeiras terá seis mudanças -- somente Prass, Lucas, Zé Roberto, Robinho e Dudu foram mantidos.

Naquela ocasião, a dupla de zaga era completamente diferente, composta por Edu Dracena e Leandro Almeida. Nesta quarta-feira, Thiago Martins deve ser o titular ao lado de Vitor Hugo. No meio-campo, mais mudanças: Arouca e Moisés deram lugar a Thiago Santos e Jean, respectivamente.

Na frente, Alecsandro perdeu a vaga para Cristaldo, autor do primeiro gol do Palmeiras na vitória por 2 a 0 sobre o Rosario Central-ARG. Além disso, o Palmeiras terá Gabriel Jesus no ataque, na vaga de Erik, que disputou apenas duas partidas como titular pelo clube alviverde - uma delas, na pré-temporada, justamente contra o Nacional.

O time de Marcelo Oliveira ainda mudou o esquema tático. Na pré-temporada, o Palmeiras ainda atuava no 4-2-3-1. Há cinco partidas, o time passou a jogar no 4-3-1-2, com Robinho recuado ao lado de Jean, Thiago Santos à frente da zaga e Dudu fechando o losango.

O Nacional, por sua vez, entrará em campo com sete mudanças em relação à partida de janeiro. Somente o zagueiro Gorga, os meias Romero e Ramírez, além do atacante López, continuam no time titular. A equipe do técnico Gustavo Munúa atuará no 4-4-1-1.

Se vencer o Nacional, o Palmeiras ainda quebrará um jejum de quase seis meses sem vencer três partidas seguidas. A última vez que isso ocorreu foi em setembro, depois de a equipe derrotar Figueirense (2 a 0, no Allianz Parque), Fluminense (4 a 1, no Maracanã) e Grêmio (3 a 2, no Pacaembu).

O Palmeiras soma quatro pontos na Libertadores, contra dois de Nacional e River Plate-URU. O Rosario Central soma apenas um ponto -- uruguaios e argentinos se enfrentam também nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília).

FICHA TÉCNICA
 
PALMEIRAS x NACIONAL
 
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 9 de março de 2016, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Enrique Osses (CHI)
Assistentes: Carlos Astroza e Christian Schiemann (ambos do CHI)
 
PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Thiago Martins (Roger Carvalho), Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos, Jean, Robinho e Dudu; Gabriel Jesus e Cristaldo. Técnico: Marcelo Oliveira
 
NACIONAL: Mejia; Eroza, Gorga, Polenta e Olivera; Romero, Carballo, Ramírez e Tabó; López e Macia. Técnico: Gustavo Munúa

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos