Grêmio pode apelar à CBF para ter cinco dias de adaptação à altitude

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

O Grêmio pediu trégua à Federação Gaúcha de Futebol e solicitou antecipação do jogo de quartas de final do Gauchão, contra adversário ainda desconhecido. A ideia é ir para Quito no dia 7, visando o jogo contra a LDU marcado para 13 de abril, e garantir cinco dias de adaptação aos 2,8 mil metros de altitude. Só que até a CBF pode precisar intervir para que isso seja possível. 

O pedido será protocolado formalmente no começo da próxima semana. E, segundo o presidente da Federação Gaúcha de Futebol, é fácil de ser atendido. Mas há a dependência do adversário. 
 
Atual líder do Gauchão, o Grêmio pegaria o Novo Hamburgo nas quartas. Se o confronto for este, nenhum problema na antecipação. No entanto, caso enfrente Juventude (terceiro colocado), Ypiranga (nono colocado) ou Internacional (quinto colocado), haverá disputa de datas. 
 
Ypiranga e Juventude tem jogos da Copa do Brasil. O Inter já foi eliminado da Primeira Liga e aliviaria as coisas. Mesmo assim, a CBF precisaria intervir em dois dos três cenários possíveis. 
 
O Grêmio não descarta pedir para entidade máxima do futebol brasileiro uma troca nas datas dos jogos da Copa do Brasil.
 
A ideia da comissão técnica gremista é ter ao menos cinco dias para se adaptar à altitude. Deixando Porto Alegre dia 7, seria exatamente este o tempo para adaptação até o duelo do dia 13. 
 
E pontuar nos 2,8 mil metros de altitude é fundamental. A LDU é adversário direto do Grêmio na disputa por classificação no grupo 6 da Libertadores. Atualmente o Toluca é líder com sete pontos, o Grêmio é vice com cinco, a LDU tem três e o San Lorenzo também tem três. Toluca e LDU, contudo, tem um jogo a menos disputado. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos