Palmeiras arranca empate com um a menos e se mantém vivo na Libertadores

Do UOL, em São Paulo

O Palmeiras evitou a eliminação precoce na Libertadores e conseguiu levar a decisão da vaga nas oitavas para o último jogo da fase de grupos. Na noite desta quarta-feira, o time alviverde empatou por 3 a 3 com o Rosario Central, na Argentina.

A partida em Rosário foi marcada pelo nervosismo. Gabriel Jesus marcou dois gols ainda no primeiro tempo e acabou expulso de campo na etapa final após se envolver em uma confusão. O time alviverde viu o Rosario virar a partida aos 21 minutos, com Marco Rubén, de pênalti, mas chegou ao empate com Lucas Barrios mesmo com dez jogadores em campo. 
 
Com o resultado, o Palmeiras se manteve na terceira colocação do Grupo 2, com cinco pontos. Na semana que vem, no Allianz Parque, o time receberá o River Plate-URU precisando vencer. Além disso, a equipe dependerá do resultado entre Nacional e Rosario.
 
FICHA TÉCNICA 
 
ROSARIO CENTRAL 3 X 3 PALMEIRAS 
 
Competição: Copa Libertadores (5ª rodada)
Local: Gigante de Arroyto, em Rosário (Argentina)
Data: 6 de abril de 2016
Horário: 21h45
Árbitro: Roddy Zambrano (EQU)
Assistentes: Byron Romero e Christian Lescano (ambos do EQU) 
Cartões amarelos: Pinola, Fernandez, Sosa e Musto (Rosario), Gabriel, Barrios e Fernando Prass (Palmeiras)
Cartão vermelho: Gabriel Jesus
 
Gols: Gabriel Jesus, aos cinco e aos 44, Donatti, aos 32 minutos do primeiro tempo, Cervi, aos cinco, Marco Rubén, aos 21, e Barrios, aos 31 minutos do segundo tempo.
 
ROSARIO CENTRAL: Sosa; Salazar, Donatti, Pinola e Álvarez (Becker); Cervi, Musto, Colman (Fernandez) e Lo Celso; Herrera e Marco Ruben. Técnico: Eduardo Coudet
 
PALMEIRAS: Fernando Prass; Thiago Martins, Edu Dracena e Vitor Hugo; Jean, Gabriel (Lucas), Matheus Sales, Robinho (Zé Roberto) e Egídio; Alecsandro (Barrios) e Gabriel Jesus. Técnico: Cuca

Como foi o jogo

  • Primeiro tempoO Palmeiras assustou o Rosario nos primeiros segundos. Gabriel Jesus recebeu livre, mas acabou desarmado pelo goleiro Sosa, O camisa 12, porém, não desperdiçou a segunda chance cara a cara. Depois de receber de Musto, o atacante tocou na saída do arqueir para abrir o placar. Aos 24, Alecsandro arriscou um voleio dentro da área e mandou nas mãos do goleiro. Três minutos depois, Lo Celso bateu falta na entrada da área e Prass espalmou para escanteio. Depois da cobrança e a bola desviada, Rubén quase conseguiu empurrar a bola para o gol com um carrinho. Aos 32, o Rosario empatou: Donatti cobrou falta com força e venceu o goleiro palmeirense após a bola desviar em Robinho. Pouco depois, Lo Celso invadiu a área, driblou Thiago Martins e obrigou Prass a espalmar. O Palmeiras, entretanto, voltou a ficar na frente, novamente com Gabriel Jesus, que desviou falta cobrada por Robinho. Aos 47, Herrera cabeceou à queima-roupa na pequena área, com defesa de Prass.
  • Segundo tempoLogo aos dois minutos, Gabriel Jesus acertou a trave do Rosario. No rebote, Jean bateu forte para a defesa de Sosa. No mesmo lance, Robinho pegou a sobra, driblou o marcador e errou o cruzamento. O time da casa chegou novamente ao empate com Cervi. No lance, o camisa 10 recebeu na área e bateu por cima de Prass. O gol deu força ao Rosario, que passou a pressionar o Palmeiras. Aos 21, o árbitro marcou pênalti de Vitor Hugo em Musto. Na cobrança, Marco Rubén marcou o terceiro gol argentino. Quatro minutos depois, Edu Dracena completou cruzamento de Egídio e acertou a trave. No lance seguinte, Aos 31, o Palmeira conseguiu empatar o jogo. Na jogada, Barrios empurrou para as redes de carrinho, depois de cruzamento de Egídio. Nos acréscimos, Donatti quase recolocou os argentinos na frente, mas acabou travado pela zaga. Fernandez ainda perdeu uma oportunidade na pequena área e viu Prass afastar a bola para escanteio.

Destaques

  • Novo esquema de CucaO treinador palmeirense mudou novamente o esquema tático do time alviverde, com a entrada de Dracena no lugar de Zé Roberto. Dessa forma, a equipe passou a atuar no 3-4-1-2.
  • Tabus mantidosCom o empate, o Palmeiras manteve o jejum de vitórias fora de casa na Libertadores -- agora são nove partidas. O Rosario, por sua vez, chegou ao 27º jogo sem derrotas no estádio Gigante de Arroyto.

Melhores

  • Gabriel Jesus, PalmeirasExtremamente decisivo, o camisa 12 marcou dois gols no primeiro tempo. O atacante ainda foi importante nos momentos em que o Palmeiras precisava ficar com a bola.

Piores

  • Robinho, PalmeirasO meia palmeirense não conseguiu aparecer no jogo, principalmente da etapa inicial. O jogador ainda desviou a bola no gol de falta de Rosario.

Próximos Jogos - Palmeiras

  1. Palmeiras PAL
    Chapecoense CHA
  2. Palmeiras PAL
    São Paulo SPA
  3. Atlético-MG CAM
    Palmeiras PAL
  4. Palmeiras PAL
    Coritiba CTB
  5. Fluminense FLU
    Palmeiras PAL

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos