Elias supera problemas e vira candidato a protagonista do Corinthians

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • AP Photo/Ricardo Mazalan

    Com maior salário do elenco, Elias decidiu na Colômbia

    Com maior salário do elenco, Elias decidiu na Colômbia

Inflamação na pele, uma fissura que demorou semanas a ser descoberta, uma pequena crise interna no Corinthians e uma convocação perdida para a seleção brasileira.

O começo de ano, logo depois de recusar o maior contrato de sua vida na China, apresentou um cenário difícil para Elias. Mas, aparentemente superados todos os problemas, o meio-campista mostrou que pode ser o jogador para decidir para Tite na Copa Libertadores. 

Em partida complicada e dia no qual o Corinthians novamente não conseguiu ser superior em campo, Elias chamou a responsabilidade. Sem 100% de condições físicas, apareceu de surpresa na área para um gol crucial contra o Independiente Santa Fe-COL. O empate por 1 a 1 conquistado em Bogotá, mesmo com futebol irregular, praticamente garantiu a vaga nas oitavas de final. As chances de classificação, segundo o site especializado Chance de Gol, são de 99,97%. 

Se esses números subiram com o resultado na Colômbia, uma boa parte se deve ao gol marcado por Elias. Jogador de linha mais importante a permanecer para 2016, ele é a maior esperança que Tite pode ter atualmente de encontrar um protagonista dentro do elenco.

Até o momento, os reforços contratados ainda tentam se consolidar e entender como se encaixar ao funcionamento da equipe. Não é o caso do meio-campista: conhecedor do clube, do sistema tático, com um contrato bem resolvido e internacionalmente mais experiente que todos os colegas. O gol marcado sobre o Santa Fe foi o oitavo de Elias na história da Copa Libertadores com a camisa corintiana, marcado no quarto país diferente.

Motivado para reconquistar o espaço na seleção brasileira, sobretudo com a permanência de Dunga no cargo, ele deve enfim ganhar sequência que não teve desde novembro após superar uma fissura na perna esquerda, imobilizada por duas semanas. É provável que ganhe também a companhia de Rodriguinho, uma das surpresas de 2016 e em alta com a comissão técnica. 

O cenário se apresenta positivo para ele deslanchar, como indicou o reserva Walter para Elias recentemente. Na Colômbia, depois de marcar, o meio-campista procurou o goleiro para um abraço de agradecimento a quem havia previsto a volta por cima com um gol. É sinal da confiança do elenco corintiano em seu principal candidato a estrela no momento. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos