Capitão do Racing esperava Galo medroso na Argentina: "Vão se borrar"

  • AP Photo/Victor R. Caivano

A expectativa do Racing era a de enfrentar um Atlético-MG melindrado nesta quarta-feira, pelas oitavas de final da Copa Libertadores. Em discurso motivacional pouco antes de entrar em campo, o capitão Saja exaltou o modo de jogar argentino dizendo que o Galo perderia no Estádio Cilindro.

"Eles são brasileiros, vão se borrar. Vamos fazê-los sentir como se vive o futebol na Argentina, como se vive o futebol aqui na casa do Racing", bradou o goleiro argentino, incitando os companheiros no túnel de acesso ao gramado do Cilindro.

Defendendo o Racing há cinco anos, Saja tem muito crédito com a torcida pela conquista do Campeonato Argentino de 2014. Completando 200 partidas com a camisa alviceleste nesta quarta-feira, o goleiro não foi tão exigido pelo Atlético-MG. Na única vez em que precisou salvar o Racing, o capitão saiu aos pés de Júnior Urso para fazer grande defesa.

Com o empate sem gols no jogo de ida, Atlético-MG e Racing decidem uma vaga nas quartas de final da Copa Libertadores na próxima quarta-feira (04), a partir das 21h45, no Estádio Independência.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos