Cinco motivos para acreditar na virada do Grêmio contra o Rosario

Do UOL, em Porto Alegre

  • LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

O Grêmio vai precisar vencer na Argentina para seguir na Copa Libertadores. Vai ter de fazer quase tudo que não fez na primeira partida das oitavas de final, em seu estádio. Mas mesmo com cenário duro, tem motivos para acreditar em uma classificação diante do Rosario Central.

O UOL Esporte lista, a partir de agora, cinco razões para acreditar no time gaúcho. Motivos para não só manter a esperança, mas que também atestam que o jogo da próxima quinta-feira (5), promete. E pode ser histórico.

Lá é diferente
Se em 2015 o Central não soube o que foi derrota ao lado de sua torcida, neste ano a coisa é diferente. Na fase de grupos da Libertadores o time de Eduardo Coudet marcou passo no estádio Gigante de Arroyto. O estilo de marcação pressão, intensidade e controle sem a bola não se mostrou nada efetivo contra Palmeiras e Nacional-URU.

Geromel
A grande esperança dos gremistas tem nome e sobrenome. Pedro Geromel. Para exemplificar o peso do zagueiro, basta olhar os números do Grêmio sem ele. Desde que foi afastado, por conta de uma caxumba, o camisa três viu pela TV os companheiros vazarem quatro vezes em três partidas. E todos com falhas significativas dos defensores.

Tempo
Se o Grêmio chegou ao primeiro jogo com o Central esgoelado pelo calendário, agora viverá situação inversa. Eliminado do Gauchão, o tricolor terá uma semana sem compromissos para recuperar o fôlego e encontrar uma estratégia. Os argentinos seguirão em ritmo intenso, com partida válida pelo campeonato nacional.

Melhor ataque do Brasil
Se o Grêmio precisa fazer gols, um dado é animador. Nenhum outro time brasileiro balançou mais as redes em 2016 que a equipe dirigida por Roger Machado. Juntando Gauchão e Libertadores, o tricolor marcou 46 gols e lidera com folga o ranking de times mais goleadores.

Quito
Na altitude, em jogo também com caráter decisivo, o Grêmio não só venceu como jogou bem. Com estratégia bem definida, o time gaúcho chegou a abrir 2 a 0 e voltou para casa com histórico placar de 3 a 2. O mesmo escore, se repetido no interior da Argentina, garante vaga as quartas de final.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos