Grêmio simula estilo do Rosario e quer volantes 'fugindo da pressão'

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio

    Walace e Maicon foram adaptados à pressão durante treinamentos do Grêmio

    Walace e Maicon foram adaptados à pressão durante treinamentos do Grêmio

O Grêmio simulou o Rosario Central. Nos dois últimos treinamentos, o time gaúcho tratou de colocar os volantes em situações de pressão. A ideia é que a marcação alta do time adversário não surpreenda, como ocorreu no jogo de ida, em Porto Alegre. 

O capitão a equipe, Maicon, disse que o Tricolor não esperava os argentinos marcando no campo de ataque. Foi o que mais atrapalhou. Com ele e Walace apertados, as saídas de jogo e trocas de passe curtos não deram certo. O Grêmio criou praticamente nada e teve uma chance clara de gol, apenas, desperdiçada por Miller Bolaños. 

Nos últimos trabalhos, Roger orientou adversários a pressionar os meio-campistas. E estes não poderiam lançar ao ataque de forma alguma. A ideia é adaptar a saída aos rivais, que buscam retomar a bola e adiantam as linhas de jogo. 

Marcelo Oliveira deve mesmo perder vaga na equipe. Marcelo Hermes é o mais cotado para jogar na lateral esquerda. A delegação gremista viaja na tarde desta terça-feira para Rosario. Lá ainda realizará um treinamento antes do jogo de quinta-feira às 19h15 (horário de Brasília). 

Por ter perdido o duelo de ida por 1 a 0, o Grêmio precisa vencer por dois ou mais de diferença. Ou um, desde que marque dois ou mais como visitante. A provável escalação gremista é: Marcelo Grohe; Ramiro, Fred, Pedro Geromel e Marcelo Hermes; Maicon, Walace, Giuliano e Douglas; Luan e Miller Bolaños. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos