Concentração antecipada e treino fechado. Atlético-MG só pensa no Racing

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Jogadores do Atlético-MG esperam mais uma partida complicada contra o Racing

    Jogadores do Atlético-MG esperam mais uma partida complicada contra o Racing

Chegou o dia. O Atlético-MG recebe o Racing, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Independência, para buscar uma vaga nas quartas de final da Copa Libertadores. O foco é todo no importante confronto com a equipe argentina, tanto que a programação foi diferente de todos os demais jogos disputados em 2016.

A concentração na véspera das partidas voltou nesta temporada e para o duelo com o Racing foi maior, começou 48 horas antes de o apito inicial. Desde a segunda-feira à noite que os jogadores atleticanos estão na Cidade do Galo. Tudo para que possam descansar, alimentar e treinar sem qualquer tipo de problema.

LEIA TAMBÉM: ATLÉTICO É O BRASILEIRO QUE CORRE MAIS RISCOS NA RODADA DESTA QUARTA, OPINAM JUCA E BIRNER

"Desde o jogo na Argentina a gente já vinha conversando, tivemos uma reunião entre os jogadores. Sabíamos que seria uma semana importante para o clube e para jogadores, alguns que nunca conquistaram a Libertadores. Então, essa concentração foi boa, deu para aproximar mais o grupo. Estamos bastante concentrados e focados para as decisões. Espero que na quarta-feira a gente possa fazer um grande jogo e conseguir a classificação", comentou o lateral direito Marcos Rocha.

Preparação que seguiu nessa terça-feira, com treino fechado à imprensa. Os jornalistas tiveram acesso ao CT atleticano antes da atividade em campo. A permanência na Cidade do Galo não durou uma hora. Tempo suficiente para registrar as entrevistas coletivas de Robinho e Marcos Rocha, além dos primeiros minutos de aquecimento dos jogadores.

"Estou ansioso, preparado, mas vai ser difícil. É normal estar tranquilo, mas o time está preparado para fazer grande jogo", resumiu Robinho, que foi o principal nome do Atlético no jogo de ida, no Estádio Cilindro.

A partir de então, sem nenhuma interferência externa, o técnico Diego Aguirre preparou o time que vai entrar em campo nesta quarta-feira. Privacidade que permitiu o treinador atleticano fazer testes e cobranças, tudo para deixar o Atlético preparado para o difícil duelo com o Racing.

Diante de toda a preparação para o jogo, a mobilização do elenco e também da torcida, que praticamente esgotou os ingressos após as primeiras horas de venda, o técnico Diego Aguirre não acredita em desconcentração em campo. Se na final do Mineiro, contra o América-MG, a postura do Atlético foi bastante questionada, para Aguirre não tem como acontecer novamente contra o Racing.

"Isso é impossível. É Libertadores! Imagino o time começando agressivo, com muita intensidade, com a torcida apoiando. Não quero desmerecer o jogo com o América, mas a Libertadores é outra coisa. O espírito do time, não tenho dúvida nenhuma que vamos fazer um bom jogo. Não gosto de prometer que vamos ganhar, mas vamos fazer de tudo para que aconteça. A confiança é total no time, nos jogadores. É momento de decisão".

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X RACING-ARG

Data: 04 de maio de 2016, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Motivo: Jogo de volta das oitavas de final da Copa Libertadores
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Daniel Fedorczuk (URU)
Assistentes: Mauricio Espinosa e Richard Trinidad (URU)

ATLÉTICO-MG: Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Rafael Carioca, Leandro Donizete, Júnior Urso e Cazares; Robinho e Lucas Pratto.
Técnico: Diego Aguirre.

RACING: Saja; Pillud, Vittor, Sánchez, Grimi; Noir, Videla, Aued, Acuña; Romero; Lisandro López.
Técnico: Facundo Sava.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos