Organizadas ignoram apelo corintiano, soltam sinalizadores e atrasam jogo

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Dassler Marques/UOL

A prévia de Corinthians x Nacional-URU foi marcada por sinalizadores. Apesar de apelo do clube, por meio dos telões localizados atrás dos dois gols, artefatos foram acesos no setor Norte, ocupado pelas torcidas organizadas. 

Houve, inclusive, princípio de fogo e muito corre-corre no momento da entrada da equipe em campo. Após o episódio, torcedores abriram faixa com os seguintes dizeres:

"Toda essa festa é por amor ao Timão. Isso não é crime", exclamou a torcida organizada. 

A quantidade de fumaça que cobriu o estádio fez, inclusive, que o início da partida fosse prejudicado. Nestor Pitana, árbitro argentino, não começou o jogo às 21h45 e aguardou por mais visibilidade até o início às 21h51. Ainda assim, mais sinalizadores foram acesos na sequência. Durante a paralisação, Elias chegou a pedir para os torcedores apagarem os sinalizadores.

Em janeiro, a Gaviões da Fiel foi punida com suspensão de dois meses por conta do uso de sinalizadores na decisão da Copa São Paulo. O episódio foi o estopim para uma série de protestos contra CBF, Federação Paulista, Rede Globo e o deputado e ex-promotor Fernando Capez. 

Acompanhe a partida pelo Placar UOL.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos